publicidade
08/04/21

Em nota, comando da PM critica deputado estadual que tentou invadir batalhão, sem máscara

08 / abr
Publicado por jamildo em Notícias às 16:50

O comandante do 6º Batalhão da Polícia Militar, coronel Tavares, e o deputado estadual Joel da Harpa (PP) trocaram agressões nesta quinta-feira (8). O caso aconteceu durante a manhã, quando o parlamentar tentava entrar no auditório do Complexo Policial de Jaboatão, em Prazeres, para acompanhar a vacinação contra a covid-19 de policiais.  Através de um vídeo, gravado inicialmente pelo próprio Joel da Harpa, é possível observar quando os dois começam a trocar agressões.

Veja a nota oficial da PMPE

A Polícia Militar informa que, na manhã desta quinta-feira (08/04), o deputado Joel da Harpa, sem utilização de máscara para prevenção à transmissão de COVID-19, tentou entrar na sala de vacinação instalada na sede do 6º Batalhão, em Prazeres, e foi impedido em respeito à normas sanitárias.

Sem comunicação prévia e sem utilizar máscara, o deputado chegou à unidade militar e foi permitido seu acesso à área externa e algumas dependências do batalhão, onde pode realizar filmagens.

No entanto, o parlamentar quis entrar na sala onde estava ocorrendo a vacinação dos militares contra o Covid-19, que estava com acesso permitido apenas para o pessoal que iria tomar a vacina e os técnicos responsáveis pela aplicação do referido imunizante, de modo a evitar aglomerações ou tumultos, além da exigência de equipamento de proteção individual.

Mas, após os ânimos se exaltarem, tudo foi esclarecido entre as partes.

O primeiro dia de vacinação da PMPE foi um sucesso com mais de 300 imunizações e o processo vai continuar amanhã, de forma descentralizada, com postos no 6º BPM (Jaboatão), BPtran (Recife) e 1º BPM (Olinda), tudo visando dar mais segurança e tranquilidade ao trabalho de homens e mulheres que estão na linha de frente da segurança pública e no cumprimento das normas de combate à pandemia.


FECHAR