publicidade
06/04/21

Governo Bolsonaro lança embrião de ‘passaporte’ para vacinados, de olho na retomada da economia nacional

06 / abr
Publicado por jamildo em Notícias às 22:10

Se a vacina é o passaporte para a retomada da economia do brasileiro, que tal adotar um passaporte de fato para as pessoas que já foram vacinadas, devolvendo pouco a pouco vigor à economia nacional?

O ministro da Saúde Marcelo Queiroga teve uma audiência com o ministro do turismo, Gilson Machado Neto, para justamente tratarem do uso de um aplicativo com este objetivo, para ajudar estados e municípios a separar trabalhadores vacinados que possam volta ao batente, livres de restrições impostos pelo combate ao vírus como ele é feito hoje. O empresário Gilson Machado é pernambucano e amigo pessoal do presidente Bolsonaro.

“A implantação do certificado digital de vacinação em nosso País é uma ação extremamente importante para o turismo e o setor de eventos. Este documento, que já está disponível no aplicativo Conecte SUS, funcionará como o passaporte da vacinação”, disse Machado Neto.

“Agora os gestores estaduais e municipais contam com esse instrumento, que a critério de cada localidade possa flexibilizar para as pessoas já imunizadas,o acesso aos eventos e locais turísticos, como já ocorre em alguns países, sempre respeitando as normas de segurança sanitária”.

“O turismo e o setor de entretenimento seguem trabalhando para quando chegar o momento da retomada. Por isso, ter uma comprovação de vacinação que ofereça mais segurança para turistas e trabalhadores é fundamental. Vamos fortalecer o turismo do nosso Brasil e seremos fundamentais na recuperação econômica do Brasil”, afirmou o ministro do Turismo.

“Eu, destaco avanços na vacinação e reforço o compromisso do governo federal de ampliar o número de imunizados. A campanha de vacinação ampla e ágil é o passaporte para o fim da pandemia. Esse é o esforço que temos feito”, disse Marcelo Queiroga, mencionando ainda que o Brasil já tem mais de 562 milhões doses de vacinas covid-19 contratadas para 2021.

O trabalho por ir adiante em parceria com as principais federações de comércio nos grandes centros, que já estão divulgando os números de vacinados.

A iniciativa pode também ajudar na recuperação da imagem do governo Bolsonaro. Nesta semana, uma nova pesquisa XP-Ipespe revelou que subiu de 69% para 80% o índice de brasileiros que pretendem se vacinar. Com a medida, o governo Federal teria um forte discurso para valorizar a volta ao velho normal, em vez de simplesmente brigar contra as quarentenas ou lockdown nos estados e municípios.

Crítico das medidas restritivas adotadas por governadores e prefeitos durante a pandemia, o presidente Jair Bolsonaro já tentou ordenar sem sucesso uma medida provisória (MP) para ampliar ao máximo a lista de serviços essenciais. A ideia era que praticamente tudo pudesse ser arrolado como essencial. A proposta, contudo, foi abortada após interferência de políticos do Centrão. No caso do passaporte, pode não haver a mesma resistência, já que cidades pelo mundo já adotaram a medida, como Nova York.

Pernambuco liberou funcionamento de restaurantes e serviços instalados em clubes sociais

O Brasil ultrapassou a marca de 25 milhões de vacinas contra a Covid-19 aplicadas. Segundo levantamento de VEJA, o número equivale a 19.762.485 de pessoas que receberam a primeira dose e 5.531.159 referente à segunda dose. Isso significa que 9,4% dos brasileiros já receberam ao menos uma injeção – e 2,6% as duas.

Na semana passada, a partir de outra sugestão do ministro do turismo, a Embratur criou o vacinômetro, que está sendo exibido no centro de São Paulo, numa parceria com a Fiesp.

Embratur e Fiesp inauguram ‘vacinômetro’ contra coronavírus na Paulista

 

Balanço
Até esta segunda, a pandemia do novo coronavírus já deixou 131.897.851 contaminados e 2.862.648 mortos no mundo. No Brasil são 13.013.601 contaminados e 332.752 mortos. Os dados são da Universidade Johns Hopkins.
O número de doses de vacina aplicadas no planeta chegou a 673,50 milhões. No Brasil são 25.293.644 de unidades administradas. Os dados são da Bloomberg (mundial) e de VEJA (nacional).

Gilson Machado Neto se compromete a socorrer a Paixão de Cristo de Nova Jerusalém

Espetáculos da Paixão de Cristo amargam segundo ano de cancelamento

Abrasel em Pernambuco solicita apoio do Governo do Estado para viabilizar a sobrevivência dos bares e restaurantes


FECHAR