publicidade
04/03/21
Foto: Divulgação/Prefeitura de Ipojuca
Foto: Divulgação/Prefeitura de Ipojuca

Covid-19: Ipojuca proíbe passageiros em pé no transporte público

04 / mar
Publicado por José Matheus Santos em Notícias às 16:30

A Prefeitura de Ipojuca, no Grande Recife, decidiu, nesta quinta-feira (03), proibir que passageiros sejam levados em pé nos transportes coletivos que circulam em Ipojuca.

Com a medida, os condutores devem observar a quantidade de assentos disponíveis em cada veículo e permitir o acesso de passageiros apenas neste número.

A medida foi explicitada através do decreto municipal nº 771 de 02 março de 2021 e entrará em vigor nesta sexta-feira (05), sendo válida até 17 deste mês.

De acordo com a Prefeitura de Ipojuca, também fica reforçada a obrigatoriedade do uso de máscara por parte dos condutores e cobradores dos veículos e a exigência do uso pelos usuários. Para garantir o acesso ao transporte, cada cooperativa e/ou gestora de linha deverá adotar providências necessárias para reforçar a frota de veículos nos horários considerados de pico.

“Temos ônibus suficientes para atender a todos. Não há necessidade do motorista esperar superlotar o ônibus para sair da parada. Se, por causa do vírus, temos que evitar aglomerações em todos os espaços, dentro dos coletivos não poderia ser diferente”, afirma o presidente da AMTTRANS (Autarquia Municipal de Trânsito e Transportes de Ipojuca), George do Rêgo Barros.

Pelo decreto municipal, o permissionário que descumprir a medida, será suspenso por um dia de serviço, devendo o veículo ser retido sob os cuidados da cooperativa que gerencia a linha. E, em caso de reincidência, a punição será em dobro.

Atendimento ao público

Já os órgãos e entidades da administração pública municipal direta e indireta, até o dia 17 de março, deverão limitar o atendimento presencial ao público apenas aos serviços essenciais, elencados pelo Decreto Estadual nº50.346, observada a manutenção do serviço público.

Para as demais atividades, deve-se priorizar a utilização de meios eletrônicos e tecnologias que permitam a sua realização das funções a distância, segundo a Prefeitura.


FECHAR