publicidade
21/02/21

‘Interferência na Petrobrás e na política de preços podem gerar um efeito cascata negativo na economia, diz especialista

21 / fev
Publicado por jamildo em Notícias às 10:00

As declarações do presidente Jair Bolsonaro, durante live semanal no Facebook na última quinta (18), sobre os preços do óleo diesel e gás de cozinha, além da ameaça indireta ao presidente da Petrobrás, podem gerar um grande impacto negativo na política econômica do país, avalia o economista e advogado Rodrigo Guedes Nunes, do escritório Harris Bricken.

“O presidente, ao fazer essas declarações e tomar essas ações que impactam diretamente no controle fiscal do país gera uma insegurança ainda maior. Ele sinaliza um descompromisso com o equilíbrio e esforço fiscal, que afeta não só a Petrobrás, como a economia como um todo. Isso vai ter impacto direto no mercado financeiro”, afirma o especialista.

O presidente declarou que a partir de 1.° de março não haverá qualquer imposto federal sobre o preço do óleo diesel e dos gás de cozinha, pois considerou o aumento anunciado pela Petrobrás, o quarto do ano, “fora da curva” e “excessivo”.

Além disso fez ameaças ao presidente da estatal, dizendo que a medida “vai ter consequência” e que “alguma coisa” acontecerá na Petrobrás nos próximos dias.

Reflexo dessas declarações já começam a repercutir no mercado, como, por exemplo, um comunicado da XP Investimentos que recomenda a venda imediata das ações da Petrobrás, por conta da possível interferência do presidente na estatal.

“Logicamente, o presidente tem a liberdade de agir, por meio de decreto, para zerar impostos e também de demitir o presidente da Petrobrás. Entretanto, essas medidas tomadas de forma atabalhoada, sem um estudo e planejamento, podem ser um verdadeiro “tiro no pé”. A interferência na Petrobrás é péssima, além de manchar a imagem do país interna e externamente, mina a credibilidade para os investidores e pode criar um efeito cascata negativo em outros setores da economia. Ou seja, o cenário é extremamente preocupante para os próximos meses, se confirmadas essas ações propostas pelo presidente em sua live semanal”, afirmou Rodrigo Gudes Nunes.


FECHAR