publicidade
21/01/21

Jaboatão sai na frente do Recife e define volta das aulas presenciais, na rede privada

21 / jan
Publicado por jamildo em Notícias às 14:00

A volta tem a ver com as escolas privadas, uma vez que a volta do ensino fundamental e educação infantil de uma forma geral, incluindo a rede pública, ainda não foi autorizada pelo Comitê Estadual de Enfrentamento à Covid-19.

As aulas do fundamental e educação infantil da rede privada foram autorizadas no início de novembro do ano passado, mas naquela época – por causa do cenário da pandemia no município – Jaboatão não autorizou o retorno das aulas, em 2020.

Pois bem.

A Prefeitura do Jaboatão dos Guararapes realizou, na manhã desta quinta-feira (21), capacitação sobre o protocolo sanitário a ser seguido em toda a rede particular de ensino, para evitar a disseminação da Covid-19.

O início do ano letivo de 2021 está previsto para o próximo dia 2 de fevereiro e é necessário que estudantes, professores e demais profissionais retornem às escolas com segurança.

A ação realizada na quadra da Escola Divino Mestre, em Piedade teve como público-alvo gestores das escolas do município que contam com ensino infantil e fundamental. Todos foram orientados sobre como se prevenir da doença, dando ênfase ao número reduzido de alunos nas salas de aula para garantir o distanciamento social, medição de temperatura, uso de máscaras e higienização.

Priscila Santana, gerente de ensino da Escola Divino Mestre destacou a importância da ação para os gestores das escolas.

“As informações passadas nessa capacitação foram de suma relevância para a volta do ensino presencial. É necessário que todos que fazem parte da comunidade escolar se sintam seguros com o retorno das atividades”, afirmou.

A retomada das aulas presenciais foi comunicada às escolas porque os indicadores apontam tendência de melhora nos casos de Covid-19 para a educação no município do Jaboatão, conforme os monitoramentos semanais realizados pelas secretarias municipais de Educação, Saúde e Desenvolvimento Institucional.

Segundo a gestão, apesar dessa flexibilização, o acompanhamento continua para avaliar a situação semanalmente. O município fiscalizará as escolas para que sejam cumpridas as normas sanitárias, para garantir a segurança dos estudantes, professores, profissionais e das famílias.


FECHAR