publicidade
16/01/21

Governo de Pernambuco culpa a música pelo avanço da pandemia e proíbe a execução pública musical em todo o estado

16 / jan
Publicado por jamildo em Notícias às 16:14

Por Leo Salazar, em artigo enviado ao blog

A situação foi essa: o dono do bar descumpriu o protocolo e lotou o estabelecimento. As pessoas comeram e beberam. Em um canto afastado, um trio de músicos tocavam no palco.

Aí o número de casos de covid-19 aumentou consideravelmente exigindo uma resposta das autoridades. O comitê de especialistas se reúne para debater problemas e propor soluções. A conclusão foi proibir a execução pública musical, tanto ao vivo quanto sonorizada.

O bar que descumpriu o protocolo continua aberto, e seus funcionários continuam indo trabalhar em trens e ônibus lotados. Os músicos estão em casa sem direito a trabalho nem a auxílio emergencial enquanto durar a suspensão.

Não tenho certeza, mas acho que foi Rui Barbosa quem sentenciou: “Ha tantos burros mandando em homens de inteligência, que às vezes fico pensando que a burrice é uma ciência”. É o caso.

Léo Salazar (Cidadania) é produtor cultural e autor do livro “Música Ltda: o negócio da música para empreendedores” (Sebrae, 2015, Ed. 2).


FECHAR