publicidade
14/01/21
Joao Guilherme Ferraz, na Prefeitura do Recife
Joao Guilherme Ferraz, na Prefeitura do Recife

Investigado, João Guilherme Ferraz é nomeado secretário-executivo de Geraldo Júlio no Governo do Estado

14 / jan
Publicado por jamildo em Notícias às 14:20

Entre as nomeações desta quinta-feira, a oposição no Estado ficou encrespada principalmente com uma delas. A nomeação do ex-secretário João Guilherme Ferraz como secretário-executivo de Geraldo Júlio no Governo do Estado.

O gestor é mais um secretário municipal que acompanha o ex-prefeito Geraldo Júlio (PSB) no Governo do Estado.

No Diário Oficial desta quinta-feira, o governador Paulo Câmara (PSB) nomeou o ex-secretário para ser o secretário-executivo de Energia, Infraestrutura e Implantação de Projetos, da Secretaria de Desenvolvimento Econômico de Pernambuco.

Qual o porém?

João Guilherme é um dos investigados na Operação Apneia, da Polícia Federal, que apura gastos da Prefeitura do Recife, em 2020, no combate à covid-19. A oposição apostou firmemente em denúncias deste tipo para desacreditar a gestão e desgastar o candidato João Campos.

Trecho da decisão da Justiça Federal sobre a terceira fase da Operação Apneia dizia, em julho de 2020, que o então secretário de Governo e Participação Social da Prefeitura do Recife, João Guilherme de Godoy Ferraz, também estava no rol dos investigados pela compra dos 500 respiradores de uso veterinário e sem aval da Anvisa.

O MPF cita Ferraz no parecer da operação. “Há evidências de que este último participou ativamente com opiniões e auxílio em momentos cruciais envolvendo o contrato da Secretaria de Saúde com a BIOEX, tendo igualmente conhecimento das ilegalidades em torno desses pactos”.

 

Outros nomes na equipe

Além de João Guilherme, começaram a sair as nomeações de outros membros da equipe de Geraldo Júlio como secretário estadual.

A ex-secretária do Recife, Ana Paulo Vilaça, foi nomeada como secretária-executiva de Atração de Investimentos e Estudos Econômicos, da Secretaria de Desenvolvimento Econômico.


FECHAR