publicidade
13/01/21
Maguito Vilela (MDB) estava internado desde outubro e enfrentava uma infecção pulmonar diagnosticada na semana passada. Foto: Reprodução/Redes sociais
Maguito Vilela (MDB) estava internado desde outubro e enfrentava uma infecção pulmonar diagnosticada na semana passada. Foto: Reprodução/Redes sociais

Morre Maguito Vilela, prefeito de Goiânia, após quase três meses internado com covid-19

13 / jan
Publicado por José Matheus Santos em Notícias às 7:36

O prefeito licenciado de Goiânia (GO), Maguito Vilela (MDB), morreu na madrugada desta quarta-feira (13) no Hospital Israelita Albert Einstein, em São Paulo (SP), onde estava internado há quase 3 meses internado com um quadro grave de covid-19.

O falecimento foi comunicado pela equipe do prefeito pelas redes sociais e confirmado pela unidade de saúde.

Maguito estava internado desde o dia 22 de outubro e lutava contra uma infecção pulmonar diagnosticada na semana passada.

“É com profundo pesar que comunicamos o falecimento do prefeito de Goiânia, Maguito Vilela, ocorrido nesta madrugada de 13 de janeiro. Internado desde o dia 22 de outubro para tratar da covid-19, Maguito lutava contra uma infecção pulmonar diagnosticada na semana passada. A família está providenciando o traslado do corpo de São Paulo para Goiás e ele deve ser sepultado em Jataí, sua terra natal. Assim que tivermos mais informações repassaremos”, diz o comunicado.

O Hospital Albert Einstein confirmou a morte do político. Segundo a unidade de saúde, ele faleceu às 4h10 desta quarta-feira e estava internado na unidade de saúde “desde o dia 27 de outubro para tratamento da covid-19”.

Eleito prefeito da capital goiana no pleito do ano passado, Vilela precisou tomar posse por meio de assinatura eletrônica e ainda sedado. Então candidato pelo MDB, Maguito não participou da reta final da campanha e estava na UTI no dia em que venceu o senador Vanderlan Cardoso (PSD) no 2º turno.

Maguito perdeu duas irmãs para a Covid-19 em agosto de 2020 com menos de dez dia de diferença. No dia 19, morreu Nelma Vilela Veloso, de 76 anos, que tinha diabetes e problemas pulmonares, comorbidades que agravaram o quadro. Já no dia 28, a irmã mais velha, Nelita Vilela, de 82 anos, também faleceu.

Maguito tinha 71 anos, mais de 40 deles dedicados à vida pública. Foi vereador, deputado estadual, governador de Goiás, senador, prefeito de Aparecida de Goiânia e agora prefeito de Goiânia.

Com a morte de Maguito, quem assume é seu vice-prefeito, Rogério Cruz (Republicanos), que já estava à frente da prefeitura em razão do afastamento de Maguito.

“O que dizer de um homem simples, de coração puro, de um caráter libado e que sonhou com ‘uma linda Goiânia’ expressa em folhas de papel? E que me deixa uma grande responsabilidade de fazer Goiânia seguir em frente juntamente com uma equipe de excelência. E assim faremos! Meus sentimentos a todos os familiares nas pessoas do Daniel, Flavia, Miguel, Vanessa, Leandro, e a todos os amigos.#MaguitoGuerreiro, sua história ficará marcada em todos nós”, escreveu Rogério Cruz nas redes sociais.

João Campos lamenta

Pelas redes sociais, o prefeito do Recife lamentou a morte de Maguito Vilela.

“A distância, acompanhei a luta do prefeito de Goiânia, Maguito Vilela, contra a covid-19. Lamentavelmente, mais uma vítima fatal dessa doença. A minha inteira solidariedade à família”, escreveu João Campos.


FECHAR