publicidade
13/01/21
Foto: Ricardo Labastier/Divulgação
Foto: Ricardo Labastier/Divulgação

‘Caruaru poderá ter uma governadora em 2022’, diz Marília Arraes em alusão a Raquel Lyra

13 / jan
Publicado por José Matheus Santos em Notícias às 12:28

A deputada federal Marília Arraes (PT-PE) disse, nesta quarta-feira (13), acreditar que “chegou o momento das mulheres tomarem o protagonismo do cenário político de Pernambuco”.

Durante uma entrevista à Rádio Liberdade de Caruaru, Marília comentou sobre a disputa para o Governo de Pernambuco no próximo ano e fez uma fala em alusão à prefeita Raquel Lyra (PSDB), vista como uma das possíveis postulantes ao cargo.

“Pode ser que Caruaru tenha uma governadora em 2022. Vamos ver o que acontece”, disse Marília, sem citar diretamente Raquel.

Além de Raquel Lyra, são cotados como candidatos a governador contra o ex-prefeito do Recife Geraldo Julio (PSB) o prefeito de Jaboatão dos Guararapes, Anderson Ferreira (PL), e o prefeito de Petrolina, Miguel Coelho (MDB), além de uma candidatura provável do PT para ser palanque no estado do candidato presidencial.

LEIA TAMBÉM:
> Em abaixo-assinado, grupo do PT pede entrega imediata de cargos no Governo de Pernambuco e abertura de processos disciplinares
> Parlamentares de PT e PSOL repudiam demissão de Áureo Cisneiros e criticam Governo de Pernambuco: ‘arbitrariedade’, ‘perseguição’
> João Campos cumpre promessa de não ter nomes do PT na gestão
> Teresa Leitão defende que PT seja oposição a Paulo Câmara: ‘PSB cospe no prato que comeu’
> Briga entre PSB e PT no Recife vai parar na tribuna da Câmara dos Deputados. ‘Nossa vitória foi limpa’, diz Carreras
> ‘Basta! A militância do PT exige respeito’, diz juventude do partido
> Aliados de Marília Arraes pedem expulsão de Oscar Barreto do PT

Durante a entrevista, Marília Arraes fez um balanço sobre sua atuação no ano passado na Câmara dos Deputados. “2020 foi de muito aprendizado. Trabalhamos duro no plano nacional e local para ouvir as demandas da população e lutar pelos direitos e conquistas e buscar avanços. Vamos aproveitar toda essa experiência positiva para continuar trabalhando por Pernambuco. Caruaru é uma das cidades em que voltarei, com certeza, muitas vezes em 2021”.

A deputada federal pelo PT ainda disse que teve embates com o governo Bolsonaro durante a pandemia para que houvesse o apoio econômico à população. “Tivemos muitos embates com o Governo Federal, que insiste em manter uma postura negacionista em relação a pandemia. O Congresso também teve uma participação firme. Eu, particularmente, tive uma ação muito importante. Um dos primeiros projetos que pedia o auxílio emergencial, por exemplo, foi de minha autoria”, afirmou Marília.

> ‘O PT seria bem-vindo na bancada’, diz líder da oposição na Assembleia Legislativa

Ainda na entrevista, Marília Arraes questionou a atuação do Ministério da Saúde na “falta” de testagem em massa para a covid-19. “Fiz um pedido importante e, quando voltar a Brasília, vou retomar essas articulações sobre o envio de testagem para Pernambuco”, disse a deputada ao se referir ao pedido enviado ao Ministério da Saúde para que parte dos testes de detecção da doença que hoje estão estocados em São Paulo, com o prazo de validade já estendidos pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), sejam enviados a Pernambuco.

LEIA TAMBÉM:
> PP e PDT miram comando da Secretaria de Desenvolvimento Agrário de Pernambuco, chefiada pelo PT
> Líder do PP reclama publicamente de espaço do partido no governo João Campos
> PP está ‘insatisfeito’ com espaços na prefeitura do Recife

Auxílio emergencial e Baleia Rossi

Marília Arraes ainda disse que apoia a manutenção do auxílio emergencial já a partir deste mês de janeiro. A deputada ainda afirmou que esse foi um dos pedidos do PT ao firmar apoio a Baleia Rossi (MDB-SP) na disputa pela presidência da Câmara.

“Um dos condicionantes do nosso partido, o PT, em apoiar o nome de Baleia Rossi foi que ele pautasse o auxílio na Casa. É importante que haja a retomada econômica e, sem o auxílio, não haverá como”, disse Marília.

O adversário de Baleia na disputa pela presidência da Câmara é o deputado Arthur Lira (PP-AL), candidato apoiado pelo presidente Jair Bolsonaro e que tomou café com o prefeito do Recife, João Campos (PSB), e o governador Paulo Câmara (PSB) nesta quarta no Recife.

> ‘Estou envergonhada’, diz Teresa Leitão sobre PT não romper com Paulo Câmara após disputa contra o PSB no Recife


FECHAR