publicidade
07/01/21
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

João Campos, Paulo Câmara e governadores de estados lamentam morte de Genival Lacerda

07 / jan
Publicado por José Matheus Santos em Notícias às 9:39

O prefeito do Recife, João Campos (PSB), lamentou a morte do cantor Genival Lacerda, ocorrida nesta quinta-feira (7) no Recife aos 89 anos em decorrência de complicações da covid-19.

O cantor deu entrada no Hospital Unimed I, na Ilha do Leite, área central do Recife, no dia 30 de novembro de 2020 para tratamento da doença e chegou até a ter uma breve melhora no quadro clinico. Mas, aos 89 anos de idade e 68 anos de carreira, o artista morreu nesta quinta.

Genival Lacerda era natural de Campina Grande, na Paraíba, e cidadão recifense. O Rei da Munganga, como ficou conhecido nacionalmente, tinha destaque pelo estilo musical e espírito cômico que tinha nas músicas de forró.

“Foi com tristeza que recebemos a notícia de que o multitalentoso Genival Lacerda perdeu a batalha para a covid-19. Aos 89 anos, tratava o Recife como sua cidade de coração. Sua carreira de mais de meio século dedicada ao forró e à alegria de viver deixará órfãos gerações de amantes da boa música. Sua memória estará sempre presente na história da nossa cidade, onde foi homenageado oficial do São João de 2015. Quero me solidarizar com sua família, amigos e todos aqueles que, certamente, levarão o seu legado à frente”, disse o prefeito João Campos em nota.

Repercussão

Paulo Câmara, governador de Pernambuco

O governador de Pernambuco, Paulo Câmara (PSB), afirmou, por meio de nota, que “a cultura nordestina perdeu um de seus maiores ícones”, em referência a Genival Lacerda.

“A cultura nordestina perdeu hoje um de seus maiores ícones. Genival Lacerda nasceu na Paraíba, mas era um cidadão pernambucano. Sua música cantou nossas tradições e seu humor divertiu gerações. Expresso aqui meus sentimentos aos familiares, amigos e admiradores de Genival”, afirmou o governador em nota de pesar.

Luciana Santos, vice-governadora de Pernambuco

A vice-governadora de Pernambuco, Luciana Santos (PCdoB), utilizou o seu perfil no Twitter para comentar a morte do cantor. Ela afirmou que Genival “foi, e sempre será, um ícone do forró e da cultura nordestina”.

Rui Costa (PT), governador da Bahia

“Triste notícia do falecimento do cantor Genival Lacerda, mais uma vítima da #covid19 no Brasil. Sempre será lembrado pela irreverência e por sua paixão pelo Nordeste. Foi um dos grandes ícones do forró e da cultura nordestina. Nossos sentimentos aos familiares, amigos e fãs.”

João Azevêdo (Cidadania), governador da Paraíba

“Quero manifestar minha tristeza e pesar pela morte do cantor e compositor paraibano Genival Lacerda, ocorrida nesta quinta-feira. Conhecido por todo o Brasil, Genival Lacera era considerado um símbolo da cultura do Nordeste, sendo um dos grandes nomes do forró, ritmo que levou para o país inteiro com seu carisma e irreverência, características que o tornaram um ídolo popular. Seu trabalho ganhou reconhecimento nacional oficialmente no final de 2017, quando recebeu no Palácio do Planalto a medalha da Ordem do Mérito Cultural (OMC). Aos familiares e amigos, minha solidariedade e condolências pela perda irreparável.”

Eriberto Medeiros (PP), presidente da Assembleia Legislativa de Pernambuco

“Pernambuco se entristeceu hoje, com o falecimento do grande cantor e compositor Genival Lacerda. Um filho da Paraíba que o nosso Estado adotou pelo reconhecimento da sua contribuição ao nosso forró. Um dos ritmos mais queridos do povo pernambucano, Genival Lacerda construiu sua marca no forró com irreverência e alegria, sempre enaltecendo o nosso imaginário popular nordestino. Tivemos a honra de ouvi-lo cantar seus sucessos na Assembleia Legislativa, em 2019, numa homenagem aos forrozeiros. Fica, agora, a memória de um artista que sem dúvida vai deixar saudades na nossa gente. Que Deus conforte seus familiares e amigos nesse momento de dor.”

Romerinho Jatobá (PSB), presidente da Câmara do Recife

“Foi com muito pesar que recebemos a notícia do falecimento do artista Genival Lacerda, mais uma vítima da Covid-19 no país. Genival foi um fiel representante das nossas tradições de força, perseverança e muito bom humor. Paraibano de nascimento, mas cidadão recifense e pernambucano, deixa um legado enorme na música brasileira e milhares de admiradores pelo Brasil. Em nome do poder Legislativo do Recife quero deixar nosso mais profundo pesar a amigos e familiares. Que possam encontrar fortaleza para superar esse momento tão doloroso.”

Marcelo Canuto, presidente da Fundarpe

“Pernambuco acordou triste com a notícia da partida do nosso querido Genival Lacerda. Em seus mais de 60 anos de carreira, Genival, que nasceu na Paraíba mas construiu sua trajetória a partir de Pernambuco, nos brindou com um cancioneiro de expressão e suingue únicos, divertido, sarcástico, picante. Sua presença, sempre alegre e inteligente, vai deixar saudade, mas as canções inconfundíveis que compôs ficarão para eternizar a importância desse mestre para a cultura do povo nordestino.”

Gilberto Freyre Neto, secretário de Cultura de Pernambuco

“Para mim, ele sempre foi esse símbolo da identidade nordestina, um artista irreverente e criativo ao seu modo. Não haverá outro como Genival Lacerda. É uma perda muito sentida”, comentou Gilberto Freyre Neto.

Gonzaga Patriota (PSB-PE), deputado federal

“O coronavírus fez mais uma vítima, nosso querido Genival Lacerda! O legado artístico desse grande pernambucano, sertanejo e defensor da nossa cultura ficará para sempre nas nossas memórias. Perdemos um legítimo representante do forró, da alegria e das nossas tradições. Que Deus esteja ao seu lado neste momento e conceda-lhe o descanso eterno em sua glória. Aos familiares e amigos, nosso voto de profundo pesar. Que nosso Pai do céu, dê o conforto aos corações de todos.”


FECHAR