publicidade
06/01/21
Áureo Cisneiros, presidente do Sinpol. Foto: Arquivo
Áureo Cisneiros, presidente do Sinpol. Foto: Arquivo

Parlamentares de PT e PSOL repudiam demissão de Áureo Cisneiros e criticam Governo de Pernambuco: ‘arbitrariedade’, ‘perseguição’

06 / jan
Publicado por José Matheus Santos em Notícias às 10:06

Políticos de Pernambuco e de outros estados repercutiram, nas redes sociais, a demissão de Áureo Cisneiros da Polícia Civil de Pernambuco. A saída foi publicada no “Diário Oficial de Pernambuco” nesta terça-feira (5).

De acordo com a publicação oficial do Governo de Pernambuco, a demissão ocorreu em razão de “processos administrativos” em curso.

LEIA TAMBÉM:
> Governo do Estado demite Áureo Cisneiros, ex-presidente do Sinpol
> SDS diz que Áureo Cisneiros teve julgamento justo e foi demitido por erros como policial e não sindicalista
> Áureo Cisneiros ataca Paulo Câmara e diz que vai recorrer de demissão

A repercussão da demissão passou também pelas redes sociais ao longo da terça-feira. Políticos de oposição à esquerda ao governo de Paulo Câmara em Pernambuco e também de outros estados repudiaram a demissão de Áureo e criticaram a gestão estadual do PSB.

Ex-presidente do Sindicato dos Policiais Civis de Pernambuco, Áureo Cisneiros acusa o Estado de ter promovido a demissão em razão de atividades sindicais. Em nota, ele chamou o governador Paulo Câmara de “covarde”. Por outro lado, a Secretaria de Defesa Social (SDS) afirma que a saída se deu em razão de falhas dele como policial e não com ligação ao movimento sindicalista.

Áureo Cisneiros é ligado ao PSOL e foi candidato a vereador do Recife pelo partido nas eleições de 2020 e obteve 2.240 votos, ficando na segunda suplência da sigla, que elegeu dois parlamentares na capital.

Veja a repercussão

Marília Arraes (PT-PE), deputada federal

“Quem luta por justiça e ampliação de direitos é sempre perseguido. Quero prestar toda minha solidariedade a Áureo Cisneiros, vítima da arbitrariedade do Governo de Pernambuco e demitido por sua luta em defesa de melhores condições de trabalho, valorização profissional e salarial de policiais civis. A demissão dele, que é uma das principais lideranças sindicais de Pernambuco, é mais uma prova de que o governo estadual persegue aqueles que lutam e vão de encontro às práticas desrespeitosas e ditatoriais da atual gestão, comandada pelo PSB. A sociedade pernambucana não vai se calar diante desse absurdo! É preciso corrigir essa injustiça e permitir que Áureo possa continuar seu trabalho.”

 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por Marília Arraes (@mariliaarraes)

Fernanda Melchionna (PSOL-RS), deputada federal

“Toda solidariedade ao companheiro @AureoCisneiros, ex-presidente do Sindicato dos Policiais Civis de Pernambuco e atual diretor da entidade, demitido arbitrariamente pelo governador Paulo Câmara. Fica nítida a perseguição e criminalização ao combativo sindicalista! Não passarão!”

Natália Bonavides (PT-RN), deputada federal

“Nossa solidariedade a @AureoCisneiros, dirigente sindical e importante liderança dos Policiais Antifascismo, demitido pelo Governo de Pernambuco por lutar em defesa de melhores condições de trabalho para os policiais civis. Que a medida seja derrubada e que acabe a perseguição.”

Paulão (PT-AL), deputado federal

“Gostaria de expressar à minha solidariedade ao Ex-Presidente do Sindicato dos Policiais Civis de PE – Áureo Cisneiros, pela demissão arbitrária cometida pelo Governo de Pernambuco.”

Juntas (PSOL), mandato coletivo de deputada estadual

“Hoje às 19h tem Plenária Virtual do @PSOLPE em apoio ao companheiro @AureoCisneiros , demitido injustamente pelo governo de PE. Convocamos filiadas e filiados do PSOL, organizações e movimentos sociais, centrais sindicais e sindicatos para participar. À luta!”

Teresa Leitão (PT), deputada estadual

“Minha solidariedade ao servidor público e dirigente sindical,do grupo policiais antifascistas, Áureo Cisneiros, demitido pelo governador Paulo Câmara, em função de atividades do sindicato. Desde 1980 não havia um fato deste em Pernambuco, quando Marco Maciel demitiu Paulo Rubem Santiago.”

Liana Cirne (PT), vereadora do Recife

“Minha solidariedade ao companheiro Áureo Cisneiros, ex-presidente do Sinpol e Policial Antifascista, demitido pelo governo do estado, em mais um processo de perseguição política movido pelo PSB, no melhor estilo de capitania hereditária. Força, companheiro! Você vai reverter!”

Leonel Radde (PT), vereador de Porto Alegre

“Toda solidariedade ao Policial e colega @AureoCisneiros e repúdio ao Governador @PauloCamara40 (PSB).”

Veja a nota da CUT

A DEMISSÃO DE ÁUREO CISNEIROS É UM ATAQUE AO MOVIMENTO SINDICAL
 
A CUT-Central Única dos Trabalhadores de Pernambuco e o Fórum dos Servidores Estaduais vêm a público repudiar a demissão do sindicalista Áureo Cisneiros, por parte do governo Paulo Câmara, numa lamentável tentativa de criar o medo e garrotear o movimento sindical.
 
O governo, que diz pertencer ao campo democrático popular, contraditoriamente se apega a uma lei de 1972, instituída num período de terror e de perseguição aos que lutavam por liberdade, igualdade e democracia, e a aplica numa autoritária intimidação antisindical.
 
Áureo Cisneiros é ex-presidente do Sindicato dos Policiais Civis do Estado de Pernambuco – SINPOL/PE, esteve a frente de importantes lutas de sua categoria, representou seu Sindicato no Fórum dos Servidores Estaduais, é uma liderança conhecida em todo estado de Pernambuco, inclusive, também, por ter colocado seu nome para disputa de cargo eletivo em processos eleitorais.
                 
A criminalização dos movimentos sociais instituída pelo (des)governo Bolsonaro  é um caminho nocivo, antidemocrático e vai na contramão dos avanços duramente conquistados na Constituição de 1988. Portanto, a CUT e o Fórum não vão se omitir diante de agressões dessa envergadura e desde já chama o governo Paulo Câmara para rever essa demissão injusta. A CUT e  suas entidades filiadas, bem como as entidades sindicais integrantes do Forum dos Servidores Estaduais esperam um posicionamento que pese o lado da democracia, das garantias da ação sindical e da negociação.
                 
Defendemos a garantia do emprego, da democracia, da liberdade e da autonomia sindical.
 
PELA REVISÃO DA DEMISSÃO DO COMPANHEIRO ÁUREO CISNEIROS!
 
CUT PERNAMBUCO
FÓRUM DOS SERVIDORES ESTADUAIS                       
Recife, 06  janeiro de 2021


FECHAR