publicidade
29/12/20
Foto: Câmara Municipal do Recife/Divulgação
Foto: Câmara Municipal do Recife/Divulgação

João Campos mantém secretária de Desenvolvimento Social da gestão Geraldo Julio

29 / dez
Publicado por José Matheus Santos em Notícias às 7:50

O prefeito eleito do Recife, João Campos (PSB), anunciou, nesta segunda-feira (28), a manutenção da assistente social Ana Rita Suassuna como secretária de Desenvolvimento Social, Juventude, Políticas sobre Drogas e Direitos Humanos.

Ana Rita Suassuna é titular do cargo na gestão do prefeito Geraldo Julio. Até o momento, com seis secretários anunciados, ela é a única do atual governo que seguirá com João Campos.

LEIA TAMBÉM:
> Recife é a capital mais desigual do Brasil. Pernambuco está em terceiro lugar em desigualdade entre os estados, mostra IBGE
> João Campos anuncia novo secretário de Cultura do Recife
> João Campos anuncia Fred Amâncio e Luciana Albuquerque como secretários de Educação e de Saúde do Recife
> Economista Felipe Matos assumirá planejamento na gestão de João Campos

“A assistente social Ana Rita Suassuna vai nos ajudar a avançar em políticas públicas com essa missão. Ela seguirá no comando da Secretaria de Desenvolvimento Social, Juventude, Políticas sobre Drogas e Direitos Humanos da nossa gestão”, disse João Campos.

“Graduada em Assistência Social pela UFPE, Ana é a representante das metrópoles no Colegiado Nacional dos gestores de Assistência Social (CONGEMAS) e é diretora do COEGEMAS – Colegiado Estadual de Gestores Municipais da Assistência Social – Diretora da Região Metropolitana”, acrescentou o prefeito eleito.

João Campos toma posse como prefeito do Recife na próxima sexta-feira (1º), sucedendo o aliado Geraldo Julio, também do PSB.

Um dos desafios de Ana Rita Suassuna será tirar o Recife do posto de capital mais desigual do país, conforme revelado por levantamento do IBGE em novembro.

Recife é a capital brasileira mais desigual, com índice de 0,612, posição que não ocupava desde 2016. A cidade é seguida por João Pessoa (0,591) e Aracaju (0,581). Quanto mais perto de 1, mais a renda é concentrada nas mãos de poucas pessoas. A desigualdade na distribuição de renda é medida pelo índice de Gini, dado que também faz parte da Síntese de Indicadores Sociais.

recife palafitas desigualdade habitacao
FOTO: FELIPE RIBEIRO/JC IMAGEM

Seis secretários confirmados

Com a manutenção de Ana Rita Suassuna na pasta do Desenvolvimento Social, seis secretarias já estão com titulares anunciados pelo prefeito eleito João Campos: Educação, Saúde, Cultura, Infraestrutura, Planejamento e Desenvolvimento Social.

No domingo (27), Campos anunciou, por meio das redes sociais, que Fred Amancio comandará a secretaria de Educação, e Luciana Albuquerque vai chefiar a pasta da Saúde.

Fred Amancio é o atual titular da educação no Governo de Pernambuco. Com a saída, o governador Paulo Câmara terá de escolher um novo nome para a pasta educacional.

Fred Amancio substitui o atual secretário Bernardo D’Almeida. Os mais cotados para substituir Amancio no Governo do Estado são o secretário estadual de Planejamento, Alexandre Rebelo, e o prefeito Geraldo Julio.

LEIA TAMBÉM:
> Teresa Leitão aponta ‘péssima herança’ de Fred Amâncio na educação de Pernambuco: ‘rasgou plano de cargos e carreiras’
> Aliado socialista rebate críticas de Teresa Leitão a Fred Amâncio, novo secretário de educação do Recife

fred amancio
Foto: Divulgação

Já na Secretaria de Saúde do Recife, a titular, a partir de 2021, será a sanitarista Luciana Albuquerque, atual executiva de Vigilância em Saúde da Secretaria de Saúde de Pernambuco. Ela é uma das principais auxiliares do secretário estadual de Saúde, André Longo.

A ida de Luciana para a Prefeitura provocará alteração nos auxiliares de André Longo na Secretaria Estadual de Saúde em meio à pandemia da covid-19.

Luciana vai suceder o atual secretário Jailson Correia no comando da Saúde do Recife.

luciana albuquerque
Foto: Redes sociais/Divulgação

O jornalista e professor Ricardo Mello foi anunciado por João Campos como novo secretário de Cultura do Recife.

Ricardo Mello vai suceder, na Secretaria de Cultura do Recife, a atual ocupante do cargo, Leda Alves.

Um dos primeiros desafios de Ricardo Mello na pasta será organizar suporte ao setor cultural para o período do Carnaval, que foi suspenso e não ocorrerá em fevereiro em razão da pandemia do coronavírus.

Apesar da suspensão ter sido feita pelo Governo de Pernambuco, movimentos culturais deverão procurar a prefeitura do Recife, cidade que é o principal polo da folia no estado, para tentar viabilizar parcerias para suprir a ausência da festa, considerada uma das principais fontes de renda do ano para músicos e artistas.

Foto: Divulgação

Nesta segunda-feira (28), a engenheira Marília Dantas foi confirmada como secretária de Infraestrutura do Recife.

Marília é a atual presidente da Emlurb (Autarquia de Manutenção e Limpeza Urbana do Recife) na gestão de Geraldo Julio.

marilia dantas
Foto: Daniel Tavares/PCR

Já na Secretaria de Planejamento e Gestão do Recife, o titular a partir de 2021 será o economista Felipe Martins Matos. O nome já era esperado por ter trabalhado na campanha de João Campos no Recife.

Segundo o prefeito eleito, Felipe tem “uma carreira com foco em gestão na iniciativa privada, onde demonstrou liderança técnica e coordenou importantes projetos, além de ter atuado como executivo e diretor no setor privado”.

felipe martins matos
Foto: Divulgação


FECHAR