publicidade
10/12/20

Paulo Câmara prestigia posse de Ana Arraes na presidência do TCU

10 / dez
Publicado por jamildo em Notícias às 13:45

O governador Paulo Câmara participou, nesta quinta-feira (10.12), da sessão extraordinária de posse dos ministros Ana Arraes e Bruno Dantas nos cargos de presidente e vice-presidente do Tribunal de Contas da União (TCU), respectivamente.

A cerimônia foi realizada de forma telepresencial.

Os mandatos são de um ano, com possibilidade de renovação por igual período.

Ana Arraes e Bruno Dantas foram eleitos na sessão do último dia 2 de dezembro por unanimidade.

Ana sucederá o ministro José Múcio Monteiro, também pernambucano, na presidência do Tribunal.

“É um momento importante e histórico, não só para Pernambuco, mas para o Brasil. Pela segunda vez temos uma mulher presidindo o Tribunal de Contas da União, uma nordestina destemida e guerreira, que tem história e está muito preparada para assumir mais esse desafio. Nós desejamos muita sorte nessa nova função e conte sempre com o nosso apoio e admiração”, disse Paulo Câmara.

A pernambucana Ana Arraes foi indicada ao TCU pela Câmara dos Deputados, em 2011, para a vaga aberta com a aposentadoria do ministro Ubiratan Aguiar. 

A nova presidente da Corte de Contas é filha do ex-governador de Pernambuco Miguel Arraes de Alencar e de Célia de Souza Leão Arraes de Alencar. Ana Arraes é formada em Direito e foi deputada federal por seu Estado de 2007 a 2010.

João Campos e Ana Arraes fazem as pazes

Nesta quarta, o prefeito eleito do Recife, deputado federal João Campos usou as redes sociais para informar que fez as pazes com a avô, a ministra do TCU Ana Arraes, que assume a presidência do órgão nesta quinta.

A visita pode ser interpretada como um agradecimento, depois de a ministra ter divulgado uma nota oficial protestando contra fake news contra o neto, nas eleições do Recife.

No final da campanha no Recife, um trecho de uma entrevista dada por ela ao Blog de Jamildo foi descontextualizado, dando a entender que ele teria agredido a avó.

“Que bom poder encontrar a minha avó Ana, aqui em Brasília. Breve encontro em que pude desejar sucesso na nova fase. Nesta quinta-feira, ela toma posse como presidente do Tribunal de Contas da União (TCU). São novas missões, novos desafios”, escreveu João Campos, nesta quarta.

O presidente da Fundaj, Antônio Campos, participará da posse de sua mãe, Ana Arraes, à frente da presidência do Tribunal de Contas da União (TCU). Já na sexta-feira, cumprirá quatro agendas ministeriais na sede da Fundação, campus Casa Forte. Receberá os ministros da Educação, Milton Ribeiro, e da Cidadania, Onyx Lorenzoni, e o senador Fernando Bezerra Coelho.

Ana Arraes desmente e desautoriza fake news que tenta apontar João Campos como agressor

Releia, abaixo

A entrevista que a ministra do TCU Ana Arraes, concedeu ao Blog de Jamildo com exclusividade, no dia 07 de janeiro deste ano, continua gerando polêmica na eleição de 2020. Veja mais abaixo o áudio na íntegra.

Ana Arraes, mãe de Eduardo Campos, diz que será candidata ao Governo de Pernambuco e escancara racha na família Campos-Arraes

Nesta sexta-feira, depois de ver o nome do neto João Campos envolvido em mensagens virtuais falsas, de cunho eleitoral, a ministra do TCU, mãe de Eduardo Campos, pai de João Campos, divulgou uma nota oficial criticando a utilização indevida.

Nesta quinta-feira, o Comprova já havia desmentido a fake news.

Vídeo retira de contexto frase de Ana Arraes sobre ‘agressão’ do neto João Campos

Veja a nota oficial no site do TCU, nesta sexta

“Vídeo que sugere agressão à ministra por um de seus netos é falso, explica a ministra do TCU”

Tem circulado pelas redes sociais vídeo que tenta levar as pessoas a acreditarem que a ministra Ana Arraes teria sido agredida por um de seus netos.

A gravação, de poucos segundos, está fora de contexto e foi retirada de uma entrevista de quase 15 minutos dada pela ministra no ano passado (ao Blog de Jamildo com exclusividade).

Sobre isso, a ministra Ana Arraes declara:

“Na condição de ministra do Tribunal de Contas da União, sou impedida pela legislação de assumir posições políticas ou pessoais no processo eleitoral, no Recife ou em qualquer outro lugar. E não admito a utilização de meu nome, sobretudo em peças com viés claro de fake news, tentando prejudicar alguém da minha família. Nunca fui agredida por nem um dos meus netos, com os quais tenho uma relação de amor profundo e carinho.”

Ana Lucia Arraes de Alencar

A peça em questão estava circulando nas redes sociais, espalhadas por páginas bolsonaristas, mas depois foi parar na campanha de rádio e TV da candidata do PT. Dai a reação da ministra nesta sexta.

No segundo turno, partidos bolsonaristas como Podemos e PL orientaram votos em favor de Marília Arraes.

A Justiça eleitoral mandou tirar do ar, neste último dia de campanha oficial.

 


FECHAR