publicidade
29/11/20
Yves Ribeiro (Foto: Divulgação)
Yves Ribeiro (Foto: Divulgação)

Derrota em Paulista amplia perdas do PSB na Região Metropolitana do Recife

29 / nov
Publicado por jamildo em Eleições às 18:31

A derrota do candidato socialista Francisco Padilha, nome apresentado pelo prefeito Júnior Matuto, do PSB, em Paulista só agrava o quadro. Yves Ribeiro, candidato pelo MDB, venceu no município com 57,5% dos votos válidos no local, contra 42,5% de Padilha, neste domingo (29).

Passadas as eleições municipais, o balanço das disputas na Região Metropolitana do Recife não é favorável ao PSB nestas eleições. Os socialistas perderam os pleitos nas cidades mais importantes economicamente ou não conseguiram retomar o controle de cidades que estavam nas mãos dos adversários, em especial o PTB de Armando Monteiro.

LEIA TAMBÉM:
>Ministério Público registra crimes eleitorais em Paulista
> Professor Lupércio é reeleito prefeito de Olinda
> Anderson Ferreira (PL) é reeleito prefeito de Jaboatão dos Guararapes no 1º turno
> Keko do Armazém é eleito prefeito do Cabo de Santo Agostinho
> Raquel Lyra (PSDB) é reeleita prefeita de Caruaru no 1º turno e mantém oposição ao PSB no comando da cidade
> Ipojuca reelege prefeita Célia Sales (PTB)

O Cabo é um exemplo, com a derrota do aliado Lula Cabral, do PSB, para Keko do Armazém, do PL e apoiado por Armando Monteiro Neto. A cidade é uma das mais ricas da RMR, dividindo o complexo industrial e portuário de Suape com Ipojuca.

Em Ipojuca, outra aliada de Armando Monteiro, Célia Sales, derrotou o socialista Carlos Santana, ex-prefeito da cidade e ex-tucano.

Em Jaboatão dos Guararapes, outra cidade das mais importantes economicamente na RMR, o oposicionista Anderson Ferreira, do PL, manteve com facilidade o comando da cidade. Nos meios políticos, o que se comenta é que vai sair candidato ao governo do Estado. É amigo pessoal do presidente Bolsonaro, do tempo da Câmara dos Deputados.

VEJA TAMBÉM:
> Em Petrolina, Miguel Coelho (MDB) confirma expectativa e é reeleito no 1º turno com larga vantagem
> ‘Recife vai ter que escolher entre continuar com o abandono do PSB ou se quer mudar’, diz Marília Arraes
> ‘Recife lembra como era administrado com as arengas do PT e o que conquistou com Geraldo Julio’, diz João Campos
> ‘Não existe democracia plena sem mulheres em espaços de poder’, diz Dani Portela, vereadora mais votada do Recife
> PSB faz maior bancada na Câmara de Vereadores do Recife. Apenas seis mulheres são eleitas em 2020
> Em 2020, Paulista terá segundo turno pela primeira vez

A vitória de um socialista em São Lourenço da Mata, com Vinícius Labanca, e em Moreno, com Edimilson Cupertino, desbancando Vava Rufino, um aliado de Monteiro Neto, ajudam a compensar o quadro, mas são cidades menores politicamente e economicamente.

Em Paulista, o PSB periga perder o comando da cidade, em uma disputa de segundo turno, uma vez que o candidato do atual prefeito, Júnior Matuto, do PSB, não conseguiu vencer a disputa. Quem saiu na frente foi Yves Ribeiro, do MDB, por sorte da base aliada dos socialistas no Recife.

Em Olinda, os aliados do PC do B foram derrotados pelo Solidariedade de Lupércio, que se reelegeu, mas deve adotar uma postura de neutralidade, uma vez que o partido também está na base eleitoral da aliança no Recife.

Os socialistas tiveram uma vitória em Camaragibe, com a reeleição de Nadeji Queiroz, que bateu o tucano Jorge Alexandre, ex-prefeito da cidade. O governador ligou ainda antes do anúncio oficial para parabenizar a aliada do Republicanos.

O PSB amargou ainda derrotas importantes também no interior, em especial nas cidade de Caruaru e Petrolina, dois polos econômicos do Estado. Ao lado de Anderson Ferreira, de Jaboatão, são potenciais candidatos ao governo do Estado após o reteste nas urnas com novas vitórias incontestes.


FECHAR