publicidade
21/11/20
Foto: Felipe Ribeiro/JC Imagem
Foto: Felipe Ribeiro/JC Imagem

Sindicato dos Rodoviários condiciona fim de greve à oficialização de medidas por Paulo Câmara

21 / nov
Publicado por jamildo em Notícias às 16:02

Veja a nota oficial do Sindicato dos Rodoviários em resposta ao Grande Recife e ao governo Paulo Câmara

O Sindicato dos Rodoviários recebeu de forma não oficial, através da imprensa, a manifestação do Governo do Estado, por meio do Grande Recife, de que iria respeitar e colocar em prática a lei que proíbe a dupla função do motorista nos ônibus que circulam no Recife.

Queremos que, nesta segunda-feira (23), essa decisão seja publicada no Diário Oficial. A lei é bem explícita: é proibido ônibus circular no município do Recife com a dupla função, portanto inclui os que vem de outras cidades da Região Metropolitana que tenham bairros do Recife como destino. Portanto, esta Portaria que estamos exigindo do Governo do Estado precisa deixar esse entendimento e consequente determinação bem explícita, já que o Grande Recife é quem determina se pode ou não circular ônibus sem cobrador.

O Sindicato está fazendo esta exigência formal da publicação de uma Portaria, porque no tema das demissões durante a pandemia, apenas a palavra do Governador não nos serviu de nada: as empresas não só mantiveram como aumentaram as demissões.

A conversa que está marcada com a patronal nesta segunda-feira (23), passa a ser determinante para haver ou não a greve.

Parar as demissões e garantir estabilidade do emprego é fundamental para acalmar os ânimos da categoria. Também será necessária a disposição dos empresários para debater as condições da jornada de trabalho, ticket e um plano de saúde.

O Sindicato dos Rodoviarios nunca realizou nenhuma manifestação ou greve porque gosta, mas sim porque nunca foi respeitado pelos patrões. Se estes termos não forem atendidos na segunda-feira (23), será mantida a greve a partir das 00h da terca-feira.

Sindicato dos Rodoviários do Recife e RMR


FECHAR