publicidade
24/08/20

Paulo Câmara retira recursos da Secretaria Estadual de Saúde para construção de terminais rodoviários

24 / ago
Publicado por jamildo em Notícias às 11:00

O governador Paulo Câmara (PSB) assinou um decreto, retirando recursos orçamentários da Secretaria Estadual de Saúde e transferindo os mesmos para a Empresa Pernambucana de Transporte Coletivo Intermunicipal (EPTI), estatal do Governo do Estado.

Pelo decreto 49367 os recursos estão sendo retirados da “construção, ampliação, reforma e equipagem de unidades de saúde” para serem utilizados na “construção, reforma e ampliação dos terminais rodoviários intermunicipais”.

O decreto retirando recursos da saúde foi assinado em 19 de agosto.

A EPTI tem como competência a gestão do Sistema de Transporte Coletivo Intermunicipal de Passageiros do Estado de Pernambuco – STIP, envolvendo o planejamento, a implementação, a fiscalização e a outorga a terceiros dos serviços a ele relacionados. Competindo-lhe planejar e definir a rede de transporte coletivo intermunicipal de passageiros e coordenar a sua implantação.

O decreto movimentou R$ 200.000,00 no orçamento.

Nas mãos do PT

A EPTI é presidida por Marília Bezerra, esposa do vereador João da Costa (PT), ex-prefeito do Recife.

A esposa do ex-prefeito ingressou no governo do Estado em fevereiro de 2019, após o PT apoiar a reeleição de Paulo Câmara em 2018, “rifando” a pré-candidatura de Marília Arraes a governadora.

Em fevereiro de 2019, quando sua esposa foi nomeada pelo governador para presidir a EPTI, João da Costa tinha acabado de assumir um mandato como vereador, após a posse da então vereadora Marília Arraes (PT) como deputada federal.

Em 2020, João da Costa foi um dos principais defensores do PT apoiar a candidatura do deputado federal João Campos (PSB), como prefeito do Recife.

No entanto, a direção nacional do PT optou por candidatura própria no Recife.

 


FECHAR