publicidade
08/08/20

Bolsonaro ganha faixas nas pontes do Recife com críticas e associando nome as cem mil mortes

08 / ago
Publicado por jamildo em Notícias às 15:14

O Recife acordou com diversas faixas de protesto contra o presidente Bolsonaro espalhadas pela cidade, depois do atingimento da marca de 100 mil mortes pelo coronavirus no Brasil.

As faixas negras foram penduradas em várias pontes, lembrando as mortes pela Covid e com referências ao caso Fabrício Queirioz.

Não há assinatura assumindo a produção das faixas, mas elas podem ser uma resposta direta aos out-doors pagos por correligionários do presidente para serem expostos na capital pernambucana.

 

Nesta semana que passou, já havia ocorrido um primeiro incidente com ataques.

O pré-candidato a vereador do Recife Albérisson Carlos criticou as pichações nos outdoors que haviam sido espalhados por Recife para homenagem o presidente Jair Bolsonaro.

Quem circula pelas principais vias do Recife tem visto algum outdoor com a imagem do presidente Jair Bolsonaro estampada acompanhada de alguma frase de agradecimento. Ao todo foram mais de 130 outdoor espalhados pela RMR.

Essas peças publicitárias podem ser vistas em bairros Torre e Aflitos e em Boa Viagem, além de outros pontos. A ideia de instalar os outdoors teria surgido nas redes sociais.

Em um dos outdoors, a frase destacada diz “Obrigado, Presidente: Por conceder o auxílio emergencial à população carente do nosso país”, em outro, “Obrigado, presidente: Por 18 meses sem corrupção”.

Alguns outdoors foram pichados e a polícia foi acionada para identificar, através das câmaras próximas aos outdoors pichados, quem foram os autores destas pichações.

“Infelizmente estamos em um momento de muita intolerância, pois uma em uma homenagem a democracia, a resposta de algumas pessoas é justamente a pichação da propriedade privada. Isso é crime, e as pessoas que fizeram isso precisam ser identificadas e pagar pelos seus danos”, disse Albérisson. Albérisson anunciou no último sábado sua pré-candidatura ao cargo de vereador do Recife, com o apoio do ex-ministro Mendonça.


FECHAR