publicidade
03/08/20
escola educacao
escola educacao

Um novo olhar para a gestão escolar

03 / ago
Publicado por jamildo em Notícias às 15:30

Por Raphael Callou
Diretor e Chefe da Representação da Organização dos Estados Ibero-americanos (OEI) no Brasil

Realizado desde 1998, o Prêmio Gestão Escolar (PGE) vai contemplar este ano, pela primeira vez, os professores e a equipe escolar. A inovação surgiu como sugestão da Organização dos Estados Ibero-Americanos para a Educação, a Ciência e a Cultura (OEI), que se junta ao Conselho Nacional de Secretários de Educação (Consed) e à União dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime) como realizadora do prêmio na edição de 2020. Até o ano passado, o Prêmio reconhecia projetos eficientes e inovadores de gestão na Educação Básica da rede pública de todo o país, premiando a escola na pessoa do gestor escolar.

Até o último dia 03 de agosto, o prêmio contabilizava mais de 2,8 mil inscrições em nível nacional dentro do novo contexto do concurso. Em Pernambuco, das 6.148 escolas públicas, 158 já inscreveram suas experiências. O prazo final para apresentação de propostas é dia 15 de agosto.

A OEI, que sempre apoiou a premiação, considerou fundamental ampliar o escopo da iniciativa e incluir os atores que estão na ponta do processo de ensino e aprendizagem, além dos gestores. Nesse momento especial em que vivemos, é preciso voltar os olhos para aqueles que lidam com a rotina da sala de aula e reconhecer novas práticas pedagógicas no contexto da crise sanitária.

O PGE 2020 encara a realidade da gestão de forma sistêmica, proporcionando a identificação e disseminação de práticas inovadoras na gestão, com a participação da sociedade e de toda a comunidade escolar. Também vai reconhecer e valorizar escolas públicas que se destacam pela gestão competente, participativa e colaborativa, além de valorizar a escola que trabalha como equipe, com corresponsabilidades na gestão, no ensino, na aprendizagem e na solução de problemas.

Não é possível pensar em uma melhor educação e em uma melhor escola sem pensar em um esforço coletivo, ou seja, a participação dos professores e de todos os profissionais que trabalham na educação, inclusive a família, tendo em vistas melhores resultados, melhores objetivos e uma melhor qualidade educacional. É isso que ambiciona quem prioriza a educação.

A apresentação da escola vencedora como referência para o Brasil está prevista para dezembro deste ano. Serão selecionadas experiências de sucesso nas escolas públicas estaduais e municipais de qualquer etapa da Educação Básica: educação infantil, ensinos fundamental e médio. A equipe escolar estará representada na inscrição por seis integrantes: o gestor, um coordenador e quatro professores, de preferência, um por área de conhecimento.

Dentre os prêmios previstos para a equipe escolar estão vagas no curso de especialização a distância da Universidade Virtual do Estado de São Paulo (Univesp) e, para as escolas selecionadas nas etapas estadual, regional e nacional serão oferecidas premiações em dinheiro, que vão de R$ 5 mil a R$ 30 mil.

Fazer parte dessa iniciativa representa, para a OEI, contribuir para fortalecer uma de suas principais áreas de atuação, a educação. Além de gerar conhecimento, o aprendizado prepara cidadãos para o exercício responsável da liberdade, da solidariedade e da defesa dos direitos.


FECHAR