publicidade
29/07/20

Entidades que administram hospitais de campanha do Recife devolvem R$ 3,4 milhões ao erário após fiscalização do TCE

29 / jul
Publicado por jamildo em Notícias às 11:50

O secretário de saúde do Recife, Jailson Correia, comunicou ao Tribunal de Contas do Estado (TCE) que as três organizações sociais da saúde, que administram os hospitais provisórios do Recife para a covid-19 (hospitais de campanha), devolveram em conjunto R$ 3,4 milhões de reais aos cofres públicos municipais por terem recebido a mais, conforme apurado em fiscalização do Tribunal de Contas do Estado (TCE).

A manifestação da Prefeitura do Recife foi em resposta a despachos técnicos elaborados pelo corpo de auditores do TCE, em documento assinado em 24 de julho.

Os auditores do TCE apontaram que as organizações receberam recursos para investimentos na instalação dos três hospitais de campanha do Recife (Aurora, Coelhos e Imbiribeira), mas não gastaram os recursos. Daí os despachos técnicos dos auditores indicarem a necessidade de devolução dos recursos.

Segundo o ofício de Jailson Correia, a Sociedade Pernambucana do Câncer devolveu R$ 871.353,07 pelos investimentos não realizados no hospital de campanha da Auroroa. O IMIP devolveu R$ 1.828.904,26 pelo hospital de campanha dos Coelhos. Já o Instituto Humanize devolveu R$ 756.087,24 pelo hospital de campanha da Imbiribeira. Todas as devoluções de recursos, segundo Jailson Correia, foram feitas em 19 de junho.

HOSPITAIS DE CAMPANHA

Em 10 de julho, a gestão municipal do Recife comemorou o sucesso dos hospitais de campanha da Prefeitura do Recife, em seu site oficial.

Segundo a Prefeitura, cem dias após a abertura do primeiro hospital de campanha construído pela Prefeitura do Recife para atender pacientes com suspeita ou confirmação de covid-19, a rede municipal chega a marca de duas mil altas de pacientes.

O prefeito Geraldo Julio anunciou a marca nesta sexta-feira (10), quando a rede de leitos municipais para covid-19 também superou a marca de mais de 12 mil atendimentos realizados.

“Os hospitais de campanha da Prefeitura chegaram a duas mil altas. Quero agradecer a todos que fizeram essas unidades virarem realidade. Aos pedreiros, pintores, eletricistas, arquitetos, engenheiros e também à equipe da Secretaria de Saúde. Gostaria de fazer um agradecimento especial aos profissionais de saúde e a todos os outros que trabalham no funcionamento desses hospitais”, declarou o prefeito Geraldo Julio (PSB).

Para o gestor, notícias como esta fazem valer a pena o esforço que os recifenses estão fazendo para enfrentar a pandemia.

“Muito mais importante que o número, essa marca representa famílias que viram uma pessoa ficar doente em casa, precisar de um atendimento hospitalar, ser atendida em um desses hospitais de campanha e agora voltar para casa, salva da covid. Isso mostra que o esforço feito pelos recifenses e pela Prefeitura para enfrentar a pandemia, tem sido muito importante”, pontuou.

Em 40 dias, após a decretação da pandemia de covid-19, Prefeitura do Recife mobilizou uma rede com sete hospitais de campanha que chegaram a ter mil leitos, entre enfermarias e UTIs. Essa rede já realizou 12 mil atendimentos a pacientes com sintomas respiratórios, 4.200 internações e registrou as duas mil altas.


FECHAR