publicidade
22/07/20
Foto: Reprodução/TV Jornal
Foto: Reprodução/TV Jornal

Operação da Polícia Civil prende vereador do Cabo de Santo Agostinho

22 / jul
Publicado por José Matheus Santos em Notícias às 8:45

A Polícia Civil de Pernambuco deflagrou, na manhã desta quarta-feira (22), a Operação Rateio. Na ação, foi preso preventivamente o primeiro-secretário da Câmara de Vereadores do Cabo de Santo Agostinho, Flávio do Fórum (PL).

O presidente da Câmara do Cabo, vereador Neto da Farmácia (PDT), é alvo de mandado e buscas e apreensões.

A Polícia fez buscas em gabinetes dos dois parlamentares na Câmara Municipal do Cabo e em residências ligadas aos vereadores.

A operação busca desarticular um suposto grupo criminoso suspeito de praticar crimes de peculato, falsidade documental, organização criminosa e frustração de direito trabalhista.

São cumpridos um mandado de prisão preventiva, 18 mandados de busca e apreensão, quatro mandados de medidas cautelares, um mandado de afastamento de cargo político e oito afastamentos de cargos comissionados, além de sequestro de veículos, remoção de semoventes e bloqueio de bens.

As medidas foram autorizadas pela 1ª Vara Criminal da Comarca do Cabo de Santo Agostinho.

O comando da operação é da Delegada Isabela Porpino, adjunta da 1ª Delegacia de Combate à Corrupção, do Departamento de Repressão à Corrupção e ao Crime Organizado (DRACCO).

Participam das diligências 102 policiais civis, entre delegados, agentes e escrivães.

A Polícia Civil vai realizar uma entrevista coletiva de imprensa às 12h desta quarta para passar detalhes sobre a operação.

Outro lado

Em nota, o Presidente da Câmara Municipal do Cabo de Santo Agostinho, vereador Neto da Farmácia, disse que recebeu “com tranquilidade” a operação da Polícia Civil de Pernambuco. Segundo Neto, a investigação apura “possível irregularidade relacionada ao gabinete de outro vereador” do Cabo.

“A operação se estendeu ao seu gabinete provavelmente em razão dele ser o atual presidente da Casa Legislativa, nada mais. O vereador está reunido com sua assessoria jurídica para tomar conhecimento dos detalhes da ação e adotar as medidas cabíveis. Neto informa, ainda, que irá cooperar com a justiça no que for preciso para o esclarecimento dos fatos investigados”, afirma a nota divulgada pela assessoria de Neto da Farmácia.

PDT

O diretório do PDT de Pernambuco defendeu o direito à ampla defesa. “A direção da legenda aguarda os esclarecimentos a serem prestados pelo vereador Neto da Farmácia, no âmbito das investigações desencadeadas nesta quarta-feira”, afirmou o partido por meio de nota.


FECHAR