publicidade
09/07/20
Paulo Guedes (Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil)
Paulo Guedes (Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil)

Guedes: o novo protegido dos bolsonaristas

09 / jul
Publicado por José Matheus Santos em Notícias às 10:40

Por André Eler e Mariana Possari, da BITES, em informe ao blog

A rede bolsonarista está cuidando e protegendo Paulo Guedes. Último integrante da equipe presidente da República sem ligação com os dois grupos de maior força na administração (ideológicos e militares), o ministro da Economia sempre é enaltecido no universo digital quando aborda temas caros aos aliados de Bolsonaro.

Em entrevista à CNN Brasil, no domingo (5), Guedes afirmou que as estatais não sofrerão aparelhamento com a proximidade do governo com o Centrão. Desde então, os deputados publicaram 135 vezes sobre Guedes e privatizações.

Dos dez posts de maior repercussão, nove são de bolsonaristas elogiando o ministro. Parte da opinião pública digital já responsabiliza o Congresso Nacional, em especial o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, por limitar a atuação de Guedes. É comum aos aliados de Bolsonaro classificarem Guedes como o “melhor ministro da Economia”.

No Google, por exemplo, há 7 mil arquivos, especialmente de sites de notícia com a expressão que remete a um prêmio ganho por Guedes em outubro do ano passado da revista inglesa GlobalMarkets como melhor do ano dentro do seu universo de colegas no mundo.

Oficialmente, o ministro não tem perfis nas redes sociais, mas há uma conta, criada em maio de 2015 (há chance de ter sido criada com outro nome e depois feita a alteração) e que traz na sua definição o texto: “Página oficial criada com o intuito de apoiar o trabalho de Paulo Guedes, atual ministro da Economia do Brasil. Todas as manifestações são oficiais.”

Essa conta segue um padrão de conteúdo muito próximo do que seria o verdadeiro Paulo Gudes. Reproduz frases de entrevistas, posts de outros integrantes do governo e é seguido por perfis verificados de deputados, senadores e dos colegas da Esplanada dos Ministérios.

Há no Instagram um perfil também não oficial que se apresenta como a maior comunidade de defesa do ministro. Tem quase 1 milhão de seguidores.


FECHAR