publicidade
09/07/20
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Governo de Pernambuco nega irregularidades em processo de aquisição de respiradores. Empresa alega que fornecedor atrasou entrega

09 / jul
Publicado por José Matheus Santos em Notícias às 10:45

Mais cedo, o blog informou que o Estado de Pernambuco ajuizou uma ação na 6ª Vara da Fazenda Pública da Capital, cobrando R$ 15.862.105,00 por 50 respiradores da covid-19 comprados e pagos adiantados, mas não recebidos. O alvo da ação judicial é a empresa Twenty Six Trading. 

Em nota, o Governo de Pernambuco negou irregularidades no processo de aquisição dos equipamentos. A empresa Twenty Six disse que o atraso na entrega se deu em razão da demora de fornecedores na China.

No TCE, supostas irregularidades são analisadas pelo conselheiro Carlos Porto, relator das contas da Saúde do Governo de Pernambuco. Nesta quarta-feira (8), Porto emitiu um alerta ao Estado citando que a empresa seria “inábil” e que causou “expressivos prejuízos financeiros ao Estado de Pernambuco”.

Em nota oficial, o Governo de Pernambuco disse que a aquisição dos equipamentos não teve irregularidades.

“O Governo de Pernambuco esclarece que o processo de aquisição de 50 respiradores, modelo S1100, importados da China foi absolutamente regular e obedeceu todos os requisitos legais. A Procuradoria-Geral do Estado acionou a empresa contratada (Twenty Six Trading) exclusivamente pelo descumprimento do prazo de entrega dos equipamentos que era de sete dias úteis”, afirma o Estado.

“O processo não faz qualquer juízo de valor sobre a idoneidade da empresa, que é uma das maiores firmas especializadas em comércio exterior do Estado, estando instalada no JCPM Trade Center, na Zona Sul do Recife e possuindo entre suas expertises a venda de equipamentos hospitalares. Após o bloqueio dos bens da empresa por determinação judicial, os 50 respiradores foram disponibilizados pelo fabricante na China e estão em trânsito para o Recife, com previsão de chegada para a próxima semana”, acrescenta o Governo de Pernambuco.

A gestão estadual afirma que o processo contra a empresa será mantido “visando o reequilíbrio financeiro do contrato, tendo em vista o descumprimento do prazo de entrega previsto”.

Empresa

Em nota, a empresa Twenty Six disse que o estado pretende responsabilizá-la por atraso da fornecedora chinesa de equipamentos. O grupo ainda afirma que os respiradores estão em trânsito para Pernambuco e que segue confiante na decisão final da Justiça. Veja a íntegra do comunicado da empresa:


FECHAR