publicidade
29/06/20
Foto: Reprodução / Twitter
Foto: Reprodução / Twitter

Em live, Lula diz que o Brasil tem hoje o governo mais ‘desmoralizado’ do planeta

29 / jun
Publicado por Blog de Jamildo em Notícias às 17:07

Por Larissa Lira 

O ex-presidente Lula criticou o governo Bolsonaro, nesta segunda-feira (29), em live com o governador do Maranhão Flávio Dino (PCdoB). O petista disse que o Brasil tem “o governo mais desmoralizado do planeta Terra”, além de citar do avanço do coronavírus no Brasil e erros que ele enxerga na gestão de Jair Bolsonaro no enfrentamento da doença. 

No começo da live, Lula se solidarizou com as vítimas do coronavírus no País e parabenizou os governadores, que, segundo ele, estão lutando para “suprir a insuficiência e incompetência” do governo.  O petista também avaliou que o governo federal deveria ter reunido governadores e especialistas para estabelecer uma estratégia contra a doença. 

 

Sobre o governo do presidente Jair Bolsonaro (sem partido),  ele disse que reza para que a pandemia termine logo para que seja possível estabelecer estratégias com objetivo de recuperar a credibilidade, e consequentemente, os investimentos no país. 

“O Brasil tem hoje o governo mais desmoralizado do planeta Terra. Quem vai querer investir aqui? A gente precisa ter uma conversa muito séria sobre os rumos desse país”, disse. 

Lula também aproveitou para falar sobre como o coronavírus mostrou que o Brasil tem governadores humanos. “O que vocês fizeram foi muito mais do que o governo federal fez. O Bolsonaro dá sinais de desespero para esse país, não sei como a gente vai aguentar isso até 2022. Espero que não seja necessário”, pontuou. 

LEIA TAMBÉM: 

> Felipe Carreras propõe ações emergenciais para membros do setor esportivo

> TCE-PE envia alerta à Prefeitura do Recife sobre contrato de R$ 11 milhões para distribuição de cestas básicas

> Um vocacionado à causa da educação. Por Antônio Campos

Escolha dos ministros 

Outra crítica do ex-presidente foi sobre a escolha dos nomes para ocupar os ministérios da Educação e da Saúde.

“(Luiz Henrique) Mandetta começou de um jeito e terminou de um jeito bom, terminou sendo admirador do SUS (Sistema Único de Saúde). Era visível que aquele outro ministro (Teich) não era médico, era formado em Oncologia e foi para o mercado (…) Saiu porque estava ficando ridículo e aí vem um general. Também dá de cara a ideia de que não entende de saúde (…) E levou mais generais para lá, não sei pra que, um desrespeito”, desaprovou.

Já sobre o novo nome escolhido para ocupar a vaga de ministro da Educação, Carlos Alberto Decotelli, Lula citou as incoerências encontradas no currículo do novo ministro. “Tem tanta gente fantástica na educação nesse país, ele (Bolsonaro) vai buscar um cara que falsificou diploma. Trabalha contra a verdade, o bom senso”, comentou. 

 


FECHAR