publicidade
29/06/20
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

Após indícios de irregularidades no currículo, Decotelli diz que conversou com Bolsonaro e que permanece no ministério

29 / jun
Publicado por Blog de Jamildo em Notícias às 20:12

O atual ministro da Educação Carlos Alberto Decotelli desmentiu, nesta segunda-feira (29), os rumores de que ele não assumiria a pasta. Os questionamentos surgiram após a cerimônia de posse, que aconteceria nesta terça-feira (30), ser adiada. 

Em entrevista na porta do ministério após o encontro com o presidente, Decotelli negou que tenha cometido plágio na dissertação do mestrado e, ao ser questionado se continuaria no cargo, respondeu que sim. 

Segundo informações do G1, o atual ministro disse que Bolsonaro queria saber o “lastro de vida” dele como professor, além de dizer que o assunto do doutorado está “resolvido”.

Após ser anunciado como novo ministro, surgiram polêmicas sobre a formação de Decotelli. Há denúncia de plágio na dissertação de mestrado da Fundação Getúlio Vargas (FGV), a declaração de um título de doutorado na Argentina que ele não teria obtido e um pós-doutorado não realizado na Alemanha. Depois disso, Decotelli perdeu apoio do grupo militar que o havia indicado. 

 

 


FECHAR