publicidade
28/05/20
Foto: Guga Matos/JC Imagem
Foto: Guga Matos/JC Imagem

Miguel Coelho anuncia plano de reabertura das atividades econômicas em Petrolina

28 / maio
Publicado por jamildo em Notícias às 16:01

A cidade de Petrolina anunciou nesta quinta-feira que deve ser a primeira cidade pernambucana a iniciar a reabertura gradual das atividades econômicas.

A gestão informou que manteve entendimento com o governador Paulo Câmara e o prefeito Miguel Coelho vai anunciar as etapas de liberação do comércio e diversos outros segmentos econômicos na cidade sertaneja.

O anúncio será feito nesta sexta (29), às 17h, em coletiva transmitida pelas redes sociais do prefeito. Neste final de semana, acaba o lockdown no Recife e mais quatro cidades da RMR.

Miguel Coelho diz que o plano da Prefeitura de Petrolina para reabertura gradual da economia já estava pronto.

“A liberação das atividades, porém, dependiam de autorização do Governo do Estado, que decretou em todos os municípios de Pernambuco a restrição do comércio e outros setores. A autorização veio nesta quinta, depois de conversas do prefeito com o governador Paulo Câmara”, informou a gestão.

Miguel Coelgo disse que esse processo só será possível porque Petrolina tem um quadro de contaminação da Covid-19 muito diferente de cidades como o Recife, Olinda entre outras da região metropolitana, permitindo assim a retomada gradual e com medidas de segurança sanitária.

“Agradeço ao governador pela sensibilidade de atender nosso pleito. Desde o começo da pandemia, fizemos todas as medidas de controle social, segurança e prevenção em saúde. Investimos na prevenção, na testagem, e numa grande estrutura de atendimento médico. A prioridade sempre foi e continua sendo salvar vidas. Mas precisamos enfrentar também os duros efeitos econômicos e sociais da pandemia. Já vínhamos sentindo as condições para uma reabertura gradativa, mas não podíamos fazer isso sem anuência do Governo do Estado. Agora vamos providenciar essa retomada com segurança sanitária e todas as medidas necessárias para proteger a população”, explica o prefeito.

A autonomia do município para decidir a liberação de atividades econômicas vinha sendo defendida nas últimas semanas pelo prefeito Miguel Coelho.


FECHAR