publicidade
07/04/20
Foto: Jailton Júnior/JC Imagem
Foto: Jailton Júnior/JC Imagem

Prefeitura do Recife anuncia reforço na distribuição de equipamentos de proteção para profissionais de saúde

07 / abr
Publicado por José Matheus Santos em Notícias às 12:04

Os serviços de saúde da Prefeitura do Recife que atendem pacientes com sintomas do novo coronavírus e outras doenças respiratórias começaram a receber, nesta semana, uma remessa de um milhão de itens de Equipamentos de Proteção Individuais (EPIs) para os profissionais de saúde.

A estimativa é de que o quantitativo seja suficiente para garantir a proteção dos profissionais da rede municipal de saúde por um mês.

LEIA TAMBÉM:
-> Pagamento de vale de R$ 600 começa na quinta-feira (9). Veja cronograma do auxílio na crise do coronavírus
-> Ministro do STF decide que acordo por redução de salário só terá validade após aval de sindicato
-> Tsunami digital salvou Mandetta da demissão. Por enquanto
-> Prefeitura do Recife e UFPE selam parceria para realização de testes do novo coronavírus

Na manhã desta terça-feira (7), o prefeito Geraldo Julio (PSB) também anunciou que, até o momento, 658 profissionais, sendo 57 médicos, estão reforçando a rede municipal de saúde para enfrentamento à pandemia.

A lista dos itens que mais uma vez estão sendo distribuídos gradativamente pela Secretaria de Saúde do Recife inclui máscaras cirúrgicas, luvas, aventais, máscaras N95, toucas, óculos de proteção e protetores faciais.

Cada profissional que presta assistência ou precisa entrar em contato a menos de um metro dos pacientes suspeitos ou confirmados de infecção pelo novo coronavírus recebe equipamentos de acordo com o tipo de procedimento que realiza no paciente, conforme recomendação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

As máscaras cirúrgicas, por exemplo, devem ser usadas tanto pelos pacientes com sintomas de infecção respiratória (tosse, dor na garganta, coriza, dificuldade para respirar) como pelos profissionais de saúde e de apoio, nos serviços de saúde que recebem pacientes. Quem faz atendimento de pacientes com outras doenças, em regra geral, só precisa dessa máscara.

Já quem atende casos suspeitos da covid-19 precisa de máscara cirúrgica, avental, luva, óculos de proteção ou protetor facial.

De acordo com as normas da Anvisa, as máscaras respiratórias tipo N95 e a touca devem ser utilizados exclusivamente por profissionais de saúde que necessitem realizar procedimentos como intubação, ventilação, ressuscitação cardiopulmonar ou outros procedimentos geradores de aerossóis em pacientes com suspeita ou confirmação da covid.

Contratações

Os 658 profissionais que vão reforçar a rede municipal de saúde do Recife para enfrentamento à covid-19 vão atuar nas Unidades Provisórias de Isolamento (UPIs) montadas nas policlínicas, no Hospital da Mulher do Recife (HMR), no Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), nas unidades de Atenção Básica, Vigilância à Saúde, entre outros.

Do total, são 57 médicos, 109 enfermeiros, 179 técnicos de enfermagem e 313 de apoio (administrativo, maqueiro, vigilante, auxiliar de serviços gerais, entre outros).

Do total de profissionais, 605 foram contratados e 53 foram remanejados de outras áreas para o enfrentamento à pandemia, como por exemplo alguns médicos e enfermeiros com comorbidades foram deslocados do atendimento presencial a pacientes com sintomas de doenças respiratórias nas unidades de saúde e passaram a fazer teleorientação aos pacientes com suspeita de covid-19 pelas vídeochamadas do aplicativo “Atende em casa covid-19” (www.atendeemcasa.pe.gov.br).


FECHAR