publicidade
03/04/20
Foto: Filipe Jordão/JC Imagem
Foto: Filipe Jordão/JC Imagem

‘Temos que ouvir a ciência e evitar intrigas’, diz Paulo Câmara sobre crise do coronavírus

03 / abr
Publicado por José Matheus Santos em Notícias às 11:59

O governador Paulo Câmara disse, nesta sexta-feira (3), que o Brasil não vai superar a crise do coronavírus se apostar em intrigas e agressões. O socialista ainda disse que é preciso ouvir a ciência.

“Mais do que nunca, o país tem que apontar para um mesmo caminho, a mesma meta, acima de divergências. Tomar as decisões corretas, no tempo adequado. Tudo hoje é urgente, mas qualquer passo errado pode custar vidas. Vamos ouvir a ciência, as evidências e agir somando esforços”, disse Paulo Câmara, no Twitter.

A pandemia do coronavírus tem sido marcada por embates entre governadores e o presidente Jair Bolsonaro. 

Os gestores estaduais têm adotado medidas de isolamento social horizontal, ou seja, válidas para todos os grupos sociais, enquanto o presidente Bolsonaro defende que apenas pessoas do grupo de risco do coronavírus (idosos e pessoas com doenças crônicas) fiquem isolados em casa (isolamento vertical).

“Não é com intriga, nem apostando em agressões, que vamos superar a crise. Recursos públicos só têm um dono: a população. Investir o possível e necessário na vida das pessoas é cumprir uma obrigação inerente aos poderes que comandam o país, nas diversas esferas e instâncias”, acrescentou Paulo Câmara.

 


FECHAR