publicidade
26/03/20
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

FBC nega disputa entre gestões federal e local por ventiladores pulmonares em meio ao coronavírus

26 / mar
Publicado por José Matheus Santos em Notícias às 12:25

Na sessão virtual do Senado nesta quarta-feira (25), o senador Fernando Bezerra Coelho (MDB) negou que tenha havido uma disputa entre o Governo Federal e o Governo de Pernambuco em torno de respiradores importados pela Prefeitura do Recife por meio do Porto de Suape.

Segundo o líder do governo Bolsonaro no Senado, o Governo Federal fez uma requisição administrativa para que os respiradores pudessem atender os hospitais do País.

LEIA TAMBÉM:
» Bolsonaro tentou confiscar ventiladores pulmonares comprados pelo Recife. TRF5 barrou iniciativa
» União e Prefeitura entram em acordo, e ventiladores pulmonares ficam no Recife em combate ao coronavírus

“O próprio prefeito Geraldo Julio, após decisão judicial, abriu mão da ação porque foi informado que aquela requisição administrativa era para atender todos os hospitais espalhados pelo Brasil”, afirmou o senador.

Na segunda-feira (23), o blog revelou a decisão do Tribunal Regional Federal da 5ª Região dando aval a um pedido da Prefeitura da Cidade do Recife para suspender o “confisco” ou “requisição administrativa” de ventiladores pulmonares por parte do Governo Federal.

LEIA TAMBÉM:
» Prefeitura do Recife e Governo do Estado lançam aplicativo web para orientação de profissionais de saúde a distância
» Coronavírus: TJPE atende pedido para que policiais militares e bombeiros do grupo de risco realizem trabalho remoto
» Hospitais pedem a governadores suspensão na cobrança de tributos estaduais
» Governadores manterão medidas de isolamento social contra o novo coronavírus
» Neta de Luciano Bivar, de apenas três anos, pega coronavírus. Deputado critica Bolsonaro
» Bolsonaro inclui atividades religiosas e casas lotéricas como serviços essenciais em meio ao coronavírus

Após a repercussão, as duas partes dialogaram e entraram em um acordo para que os equipamentos médicos fiquem no Recife e sejam direcionados aos leitos do Hospital da Mulher no combate ao coronavírus. A Prefeitura do Recife retirou ação ainda na segunda após a gestão federal justificar que, inicialmente, queria impedir que as empresas a que a PCR comprou os ventiladores exportasse os equipamentos para outros países.


FECHAR