publicidade
24/03/20
Foto: Alexandre Gondim/JC Imagem
Foto: Alexandre Gondim/JC Imagem

Geraldo Julio vai tentar gerar receita extra antecipando IPTU de 2021

24 / mar
Publicado por jamildo em Notícias às 19:36

O prefeito do Recife, Geraldo Julio, vai tentar gerar receita extra para os cofres públicos, para o combate ao coronavirus, em meio à queda nas receitas públicas com o fechamento do comércio na cidade, antecipando impostos municipais. O Estado já disse que a queda no ICMS iria ser superior a 20%, neste primeiro momento

Prefeitura do Recife disse ao TRF5 que aumento esperado para infectados deve ocorrer na próxima semana

Bolsonaro tentou confiscar ventiladores pulmonares comprados pelo Recife. TRF5 barrou iniciativa

No caso da PCR, um deles é o IPTU, de 2021.

Nesta terça-feira, os vereadores do Recife já deram o lastro legal, mas o pagamento antecipado é opcional, o contribuinte não pode ser obrigado a antecipar, se não  desejar ou puder.

Na esteira do combate ao coronavírus.

O projetos de lei nº 8, do Executivo municipal, institui o Programa Emergencial de Antecipação do Pagamento do Imposto sobre a Propriedade Predial e Territorial Urbana (IPTU) e da Taxa de Coleta, Remoção e Destinação de Resíduos Sólidos Domiciliares (TRSD), referentes ao exercício fiscal de 2021.

LEIA TAMBÉM:
» Saiba tudo sobre o coronavírus
» Governadores do Nordeste pedem à China leitos de UTI e equipamentos de respiração
» Juízes e promotores fazem campanha para doar materiais hospitalares
» Por causa do coronavírus, visitas são suspensas nos presídios de Pernambuco

O quadro emergencial do coronavírus foi citado pelo Geraldo Julio na justificativa ao projeto.

Na peça, ele trata como “fator preocupante” a queda da arrecadação de receitas municipais, decorrente do impacto econômico causado pelo vírus.

O Programa de Antecipação do IPTU e da TRSD funcionará como um incentivo para que os contribuintes antecipem o pagamentos desses tributos relativos ao ano que vem.

Os valores serão idênticos aos lançados sem descontos em 2020 e contarão com um abatimento de 15%.

De acordo com o prefeito, a medida deve ordenar as contas públicas.

“Com vistas a minimizar os nocivos efeitos deste desequilíbrio financeiro aos cofres municipais, garantindo a continuidade de serviços públicos essenciais para a população recifense.”, diz.

Além do desconto no pagamento antecipado, os vereadores autorizaram o prefeito a tomar empréstimo gigante.

Os parlamentares aprovaram projetos de lei do Executivo que trata da contratação de uma operação de crédito de até R$ 65 milhões junto ao Banco do Brasil.

Depois da Celpe, Defensoria Pública pede ao TJPE para suspender corte de água pela Compesa, no coronavírus

Juiz acata pedido da Defensoria Pública do Estado para Celpe não cortar energia durante pandemia do coronavírus


FECHAR