publicidade
19/02/20
Foto: Bobby Fabisak/JC Imagem
Foto: Bobby Fabisak/JC Imagem

Acidente no Metrô do Recife. João Campos diz que vai ser firme com cobranças ao governo Bolsonaro

19 / fev
Publicado por jamildo em Notícias às 15:48

O deputado federal João Campos (PSB-PE) anunciou que protocolou pedido de informações sobre o Metrô do Recife e disse que vai seguir firme nas cobranças ao Governo Federal.

Veja abaixo a justificativa apresentada pelo parlamentar

“O Metrô do Recife vai muito mal. Isso é um fato. Por outro lado, em 7 de março, o preço da tarifa terá subido absurdos 150% dentro de apenas 1 ano. Quem sofre com isso é o povo de toda uma região, 240 mil passageiras e passageiros que são transportados diariamente.

Não vou me calar diante do descaso. Já passou da hora do Governo Federal se explicar sobre o metrô. Abaixo, seguem as perguntas enviadas em requerimento de informação que protocolei ainda ontem na Câmara Federal.

1. Quais as justificativas técnicas e documentos que comprovam os aumentos da tarifa do Metrô do Recife (METROREC);

2. Qual a despesa do Governo Federal com o Sistema metroviário METROREC;

3. Desde o início da gestão atual, em 1º de janeiro de 2019, nenhuma previsão de investimento para o Metrô do Recife foi empenhada. Ao contrário, foram efetuados cortes no orçamento sem sequer garantir o patamar necessário para a operação básica. Qual o plano de investimentos elaborado pelo ministério para o METROREC e quais os cronogramas previstos para os seguintes problemas:

I. Revitalização Total da Frota.
II. Manutenção dos trilhos e da rede aérea responsável por fornecer energia para os trens
III. Reforma e readequação das estruturas físicas das Estações

4. Quais os planos e estudos para uma expansão da malha ferroviária do Recife e Região? Quais municípios da Região Metropolitana do Recife seriam beneficiados por esta expansão;

5. É noticiado desde setembro de 2019 que parte da frota está parada em oficinas destinadas a reparos técnicos. Enquanto inoperantes, estas composições acabam cedendo peças para a frota em atividade. Quais os critérios do Governo Federal para desativar composições e por qual razão opta pelo sucateamento de sua frota? Em 2012, 15 trens foram adquiridos. Em setembro passado, mais de 30% da frota estava fora de operação;

6. Em meio ao sucateamento da frota, com desativação de pelo menos 30% desta, o Governo inclui a CBTU no Programa Nacional de Desestatização. Quais os impactos desta medida para o METROREC? Quais os critérios do Governo Federal para inclusão da CBTU no PND?”


FECHAR