publicidade
14/02/20
Foto: Beto Dantas/Portal de Prefeitura
Foto: Beto Dantas/Portal de Prefeitura

Partido Novo não vai participar de aliança da oposição no Recife, diz pré-candidato

14 / fev
Publicado por José Matheus Santos em Notícias às 13:01

Pré-candidato a prefeito do Recife pelo Novo, Charbel Mauroun descartou que o partido se alie com outros candidatos da oposição nas eleições de outubro.

Questionado pelo blog se o Novo poderia apoiar nomes como Daniel Coelho (Cidadania), Mendonça Filho (DEM) ou Patrícia Domingos (Podemos), Charbel descartou a possibilidade por conta do uso dos fundos partidário e eleitoral dos partidos desses candidatos.

“Só coligaríamos com algum partido se essa legenda não usasse fundo partidário, se abrissem mão de usar o fundo eleitoral para bancar suas campanhas”, disse.

LEIA TAMBÉM:
» Três partidos sinalizam para aliança em torno da Delegada Patrícia Domingos no Recife
» Patrícia Domingos ‘limou’ evento do Aliança e foi ‘brincar’ em bloco de Carnaval de Boa Viagem
» Bolsonaro terá candidato próprio no Recife se Aliança conseguir registro na Justiça, diz aliado próximo ao presidente
» Decisão de Marília Arraes de sair candidata ou não pode afetar chapa da Direita no Recife

Daniel Coelho e Mendonça têm defendido a unidade do campo de centro-direita da oposição na eleição do Recife, por meio de uma candidatura única.

Na avaliação de Charbel Mauron, o partido Novo não se vê representado pelos outros candidatos de oposição ao prefeito Geraldo Julio (PSB).

“O Novo não usa esses fundos (partidário e eleitoral). Então, seria hipocrisia apoiarmos quem usa. A gente não identifica em nenhum desses candidatos as características que nós defendemos”, afirmou Charbel.

VEJA MAIS:
» Lula diz que PT deve lançar Marília Arraes para a Prefeitura do Recife
» Presidente do PT defende candidatura de Marília Arraes, em encontro com Lula. Decisão sai até abril
» Por Túlio Gadêlha, Carlos Lupi diz que não é contra PSB, mas quer alternância de poder no Recife

Sobre aliança em eventual segundo turno, o pré-candidato do Novo não descartou a possibilidade, mas fez ressalvas.

“No segundo turno, se formos, aceitaremos um apoio da oposição, mas um apoio de forma republicana, e não por troca de apoios ou conchavos”, frisou.

Propostas

Charbel Mauron ainda afirmou que, entre as principais propostas do partido Novo para o Recife, está o debate da mobilidade urbana e transporte público de passageiros.

“Queremos enfrentar o cartel que é o Consórcio Grande Recife. Se for necessário, sairemos do Consórcio. Porque o Grande Recife (Consórcio de Transporte) tem atrapalhado a cidade e tem sido loteado para poucas empresas, com baixa concorrência e sem qualidade”, disse Mauron.

No plano da habitação, Charbel disse que pretende “revitalizar o Centro do Recife” com mais espaços para moradias.

“A nossa proposta é revitalizar o Centro do Recife. Vamos tirar todas as normas e regulações que estejam impedindo que novos habitacionais sejam reformados e construídos”, completou.

 

 


FECHAR