publicidade
13/02/20
Foto: Arquivo
Foto: Arquivo

Policiais Civis de Pernambuco ameaçam parar no Carnaval

13 / fev
Publicado por jamildo em Notícias às 17:56

Os policiais civis do Estado, arregimentados pelo Sinpol, realizam assembleia nesta quinta-feira, com o objetivo específico de pressionar o governo do Estado, às vésperas do Carnaval, por melhores salários.

Nesta quinta, dia 13, foi convocada uma nova assembleia para “avaliação da postura do governo”.

“A assembleia pode acentuar o tom, inclusive, no período carnavalesco e paralisar os serviços da polícia civil. Não é isso que queremos, mas estamos no limite, desde o ano passado tentamos negociar e nada de sensibilidade do governo para nossa valorização. Continuamos entre um dos piores salário do país”, diz o presidente do Sinpol-PE, Áureo Cisneiros.

“Os policiais civis de Pernambuco avisam ao Governador: Se não negociar nossa valorização, infelizmente, vamos parar no carnaval”

Na segunda-feira (3), 405 novos agentes de Polícia Civil foram formados e nomeados em cerimônia realizada no Centro de Convenções. A diretoria do Sinpol, presente ao evento, já deu sinais de enfrentamento.

“Aproveite a ocasião para cobrar, mais uma vez, do governador a valorização dos Policiais Civis de Pernambuco, que estão fazendo tanto para diminuição da criminalidade no estado. Fiquei frente a frente com o governador e reiterei nossa intenção de investir no diálogo, mas, diante da falta de sinalização por parte do governo e de acordo com as últimas deliberações da nossa categoria, seguimos com a mobilização dos policiais civis de Pernambuco para a implantação de uma “Operação Padrão”.

Na terça-feira, o deputado estadual Joel da Harpa foi à tribuna falar de sua preocupação com a possibilidade dos policiais civis pararem suas atividades no Carnaval e fez um apelo ao Governo do Estado. “Abra as negociações com a categoria”.

‘Ou Paulo Câmara acaba com a dupla função ou poderá não ter ônibus no Carnaval’, ameaçam os rodoviários

Não são apenas os policiais civis do Estado que estão usando o Carnaval como moeda de pressão por vantagens salariais, contra o governo do Estado, em um ano eleitoral.

Nesta semana que vem, os rodoviários já marcaram uma assembleia para pressionar por mudanças, que, se não atendidas, poderiam redundar em falta de ônibus em pleno Carnaval.

‘Ou Paulo Câmara acaba com a dupla função ou poderá não ter ônibus no Carnaval’, afirmam os rodoviários.

O sindicato diz que irá organizar um calendário de lutas para pressionar o Governo e também a Câmara dos Vereadores do Recife e a Assembleia Legislativa do Estado.

“Eles precisam proibir esse absurdo que coloca em risco a vida do população e também prejudica a saúde do trabalhador. A participação em massa da categoria é fundamental para definir um calendário de protesto e mobilização contra a dupla função, que poderá ocorrer inclusive durante o Carnaval, se o Governo do Estado não acabar de vez com essa desumanidade contra os trabalhadores e a população”.

De acordo com a entidade, o governador pediu um prazo até o dia 30 de Janeiro para estudar o assunto e tomar uma decisão.

“Este prazo terminou e agora exigimos uma posição firme do governador a respeito do tema. É hora do Governo do Estado baixar um decreto proibindo a dupla função. O Governo também deve colocar como item na nova licitação que pretende fazer de que as empresas devem ter em cada ônibus pelo menos um motorista e um cobrador. É isso que esperam os rodoviários e a população, que é amplamente contra a total escravidão do motorista”.

“No ano passado, fizemos vários protestos para mostrar à patronal e ao Governo do Estado que a nova diretoria do Sindicato dos Rodoviários do Recife e Região Metropolitana, Gestão O Guará, não aceita de forma alguma a dupla função e a demissão dos cobradores e fiscais. Com nosso movimento, conseguimos impedir que todos os cobradores fossem demitidos ainda em 2019 e que a dupla função fosse implantada em todo o sistema. Vamos colocar o bloco na rua contra a dupla função!”

ASSEMBLEIA GERAL DOS RODOVIÁRIOS

O Sindicato dos Rodoviários está convocando amplamente a categoria para Assembleia Geral no dia 19 de Fevereiro, às 10h da manhã e às 15h30, no período da tarde, para debater a seguinte pauta:

• A luta contra a dupla função e a demissão dos cobradores e fiscais

• Encaminhamentos para a mudança do estatuto do Sindicato

• Organização da Campanha Salarial

• Luta contra as perseguições na categoria


FECHAR