publicidade
12/02/20
Foto: Felipe Ribeiro/JC Imagem
Foto: Felipe Ribeiro/JC Imagem

A pedido do Estado, Justiça declara protesto dos enfermeiros ilegal e manda desbloquear avenida Agamenon Magalhães

12 / fev
Publicado por jamildo em Notícias às 20:16

O governo do Estado conseguiu no começo da noite desta quarta-feira (12) uma decisão liminar na Justiça do Estado declarando ilegal o movimento sindical dos enfermeiros na Avenida Agamenon Magalhães.

A ordem da Justiça acontece justamente quando o sindicato da categoria começava a colocar toldo na rua, prometendo realizar o protesto por ao menos 24 horas.

Os manifestantes já foram notificados. Os policiais que foram cumprir a liminar deram três minutos para que eles desobstruíssem a via.

O pedido de liminar foi apresentado pela Procuradoria-Geral do Estado.

No pedido, o governo do Estado argumenta que o trabalho dos enfermeiros na saúde é essencial e eles deveriam retornar ao serviço. O Estado diz que a categoria passou de todos os limites de razoabilidade.

Além de invocar decisões do STF, no que toca ao direito de greve dos servidores, o pedido de cautelar reclamava ainda do direito de ir e vir da população, sob ameaça por conta do movimento paredista.

A decisão foi assinada pelo desembargador Evandro Magalhães Neto. Ele diz, no despacho, que a forma de paralisação escolhida pelo sindicato punha em perigo o interesse público e saúde da população.

 

Em caso de descumprimento, a multa solicitada era de R$ 100 mil. Só que o juiz baixou a eventual multa para R$ 30 mil. O sindicato é controlado pelo PSOL.

No final de semana, o governador Paulo Câmara já havia divulgado uma dura nota oficial contra o movimento. Veja abaixo.


FECHAR