publicidade
31/01/20
Heudes Regis/foto
Heudes Regis/foto

Nova fábrica japonesa é celebrada com festa gigante em Bonito, em Pernambuco

31 / jan
Publicado por jamildo em Notícias às 13:15

A praça de São Sebastião, principal palco de eventos do município de Bonito, Agreste Central de Pernambuco, estava lotada, na noite desta quinta-feira (30.01), pela população bonitense e de cidades vizinhas para celebrar a chegada da Yazaki – empresa japonesa fornecedora de peças para grandes montadoras de carros – que irá se instalar no município.

A fábrica da Yazaki será erguida em um terreno de 10 hectares doado pela prefeitura, ao lado da Escola Técnica Célia de Souza Arraes e Alencar. Esta será a primeira grande indústria a se instalar no município de Bonito.

Além de chamar atenção pelo uso intensivo de mão de obra, a nova fornecedora do polo automotivo marcará a expansão para uma nova região geográfica do Estado, o Agreste Central. Até o momento, as 16 sistemistas do polo automotivo Jeep estão concentradas na Região Metropolitana do Recife (RMR).

A Yazaki fabrica chicotes automotivos e outros produtos do setor como displays, dispositivos eletrônicos e instrumentos. A empresa está presente em 46 países.

O evento festivo, em ano de eleição municipal, reuniu prefeitos e deputados estaduais e federais, no mesmo dia em que o governador Paulo Câmara anunciou, na manhã de ontem, a chegada da multinacional, cujo investimento está estimado em R$ 60 milhões e perspectiva de gerar 1,6 mil empregos diretos.

O prefeito de Bonito, Gustavo Adolfo, disse no evento que o município está em crescimento e agradeceu ao governador por estar fazendo com que a região esteja trilhando um caminho de dias melhores.

“Bonito, hoje, entra na história e tem um marco, na praça de São Sebastião. É a certeza de dias melhores para seu povo, com geração de renda, emprego e dignidade. A alegria, emoção e o orgulho de ser bonitense toma conta da gente com uma notícia da chegada de uma fábrica internacional como a Yazaki, que se instala aqui, mas que é dos nossos vizinhos e de todo o Estado”, disse.

Emocionado, o presidente da Yazaki Mercosul, Lázaro Figueiredo, agradeceu pela recepção calorosa durante o evento de consolidação da instalação da empresa.

“De hoje até cerca de 12 meses, a fábrica vai nascer e muitos de vocês estarão trabalhando conosco. É uma alegria muito grande alavancar negócios em Pernambuco. Quero agradecer a todos por esse evento que nos deixa extremamente emocionados. Que isso se traduza nos próximos meses e anos em sucesso para todos nós”.

Ajuda para o Agreste

Com cerca de 40 mil habitantes e Produto Interno Bruto (PIB) de R$ 364 milhões (2016), a Administração Pública ainda é o principal motor da economia e da geração de empregos de Bonito. Para se ter ideia, o setor é responsável por 41,8% dos postos de trabalho formais na cidade. No que se refere à participação no Valor Adicionado Bruto (VAB) do município, Serviços (34,3%), Indústria (14,4%) e Agropecuária (9,9%) vêm em seguida. Entre os destaques de sua atividade econômica, estão o turismo, a produção de artesanato, a avicultura, os móveis e o comércio.

Paulo Câmara viajou a Bonito no mesmo dia do anúncio no Palácio

“A Yazaki, fábrica de nível mundial, está se instalando em Bonito, mas beneficiará toda a região, servindo como um grande indutor de desenvolvimento de todo o Agreste. Nos próximos dois meses eles irão iniciar o processo de obras e, no primeiro semestre de 2021, a produção de componentes elétricos. A chegada dessa multinacional em Pernambuco só confirma que o Estado manteve, apesar da crise, a confiança do investidor, que sabe que vale a pena investir aqui”, afirmou Paulo Câmara.

O governador parabenizou a população de Bonito por ter uma mão de obra qualificada que fez a diferença na hora da escolha dos investidores.

Paulo também ressaltou as condições estruturais adequadas que a cidade oferece para que o investimento pudesse ser instalado e, assim, gerar emprego e renda para toda a população.

“Pudemos ver, durante a caminhada, que a população de Bonito está feliz e otimista com a chegada da Yazaki. E só tenho que agradecer ao povo daqui, que sabe nos ajudar a enfrentar as dificuldades por que passa o Brasil”, afirmou.

 

Fornecedora da Jeep

A planta de Pernambuco será a sexta unidade da Yazaki no Brasil e a segunda no Nordeste. A Yazaki possui contrato e integra a cadeia de suprimentos da Fiat Chrysler Automobiles (FCA). Esse, inclusive, é um dos motivos da escolha de Pernambuco para a nova planta.

Atualmente, os produtos destinados à fábrica da Jeep/Fiat, que funciona em Goiana – município da Mata Norte de Pernambuco – vêm da unidade da Yazaki localizada em Nossa Senhora do Socorro, em Sergipe.

LEIA TAMBÉM:
» Governo de Pernambuco abre inscrições para contratação temporária
» Prefeitura do Recife abre 72 vagas para agentes de saúde, com salários de R$ 1,2 mil
» Orçamento de 2020 prevê 51,3 mil vagas em concursos federais
» Paulista abre seleção simplificada para contratar médicos. Salários vão até 11,6 mil
» Ypê terá fábrica e um centro de distribuição em Pernambuco. Grupo anuncia 700 vagas de trabalho
» Paulo Câmara anuncia fábrica da Masterboi, com 800 empregos no Agreste

No Brasil, a multinacional está instalada em São Paulo, Paraná, Minas Gerais e Sergipe, gerando cerca de 8 mil empregos. Atualmente, fornece materiais para a fábrica da Jeep, em Goiana, no Grande Recife, entregando todos os chicotes dos modelos Fiat Toro, Jeep Renegade e Compass.

As instalações da nova fábrica utilizarão os moldes da planta instalada em Sergipe, composta por mais de 90% da mão de obra local. Uma das peculiaridades da chegada da Yazaki é que cerca de 60% das vagas que serão abertas devem ser preenchidas por mulheres – de acordo com a empresa, o trabalho exercido por elas tem melhor aproveitamento para a produção de produtos manufaturados, a exemplo dos componentes eletrônicos, chicotes, controle de movimentos, painel de informações, dentre outros produtos automotivos.


FECHAR