publicidade
30/01/20
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Nova fábrica de multinacional japonesa vai gerar 1,6 mil empregos em Pernambuco

30 / jan
Publicado por José Matheus Santos em Notícias às 7:52

Atualizada em 31/01/2020 às 8h30

O Governo de Pernambuco anuncia na tarde desta quinta-feira (30) o projeto de construção da fábrica da Yazaki em Bonito, no Agreste do Estado. Segundo o Jornal do Commercio, a multinacional japonesa deve gerar 1,6 mil empregos e irá expandir o polo automotivo de Pernambuco. 

As atividades devem ser iniciadas no primeiro semestre de 2021, quando a Yazaki completa 70 anos de atuação. O investimento deve girar em torno de R$ 60 milhões.

LEIA TAMBÉM:
» Anúncio de fábrica foi comemorado com festa que parou a cidade de Bonito
» Governo de Pernambuco abre inscrições para contratação temporária
» Prefeitura do Recife abre 72 vagas para agentes de saúde, com salários de R$ 1,2 mil
» Orçamento de 2020 prevê 51,3 mil vagas em concursos federais
» Paulista abre seleção simplificada para contratar médicos. Salários vão até 11,6 mil
» Ypê terá fábrica e um centro de distribuição em Pernambuco. Grupo anuncia 700 vagas de trabalho
» Paulo Câmara anuncia fábrica da Masterboi, com 800 empregos no Agreste

A Yazaki fabrica chicotes automotivos e outros produtos do setor como displays, dispositivos eletrônicos e instrumentos. A empresa está presente em 46 países.

No Brasil, a multinacional está instalada em São Paulo, Paraná, Minas Gerais e Sergipe, gerando cerca de 8 mil empregos. Atualmente, fornece materiais para a fábrica da Jeep, em Goiana, no Grande Recife, entregando todos os chicotes dos modelos Fiat Toro, Jeep Renegade e Compass.

As instalações da nova fábrica utilizarão os moldes da planta instalada em Sergipe, composta por mais de 90% da mão de obra local. Uma das peculiaridades da chegada da Yazaki é que cerca de 60% das vagas que serão abertas devem ser preenchidas por mulheres – de acordo com a empresa, o trabalho exercido por elas tem melhor aproveitamento para a produção de produtos manufaturados, a exemplo dos componentes eletrônicos, chicotes, controle de movimentos, painel de informações, dentre outros produtos automotivos.

A fábrica da Yazaki será erguida em um terreno de 10 hectares doado pela prefeitura, ao lado da Escola Técnica Célia de Souza Arraes e Alencar. Esta será a primeira grande indústria a se instalar no município de Bonito.

A empresa escolheu o município de Bonito, distante 136 km do Recife, para construir a sua sexta planta industrial no país e deve iniciar suas operações – a fabricação de chicotes, para até mil veículos por dia – em janeiro de 2021.

Além de chamar atenção pelo uso intensivo de mão de obra, a nova fornecedora do polo automotivo marcará a expansão para uma nova região geográfica do Estado, o Agreste Central. Até o momento, as 16 sistemistas do polo automotivo Jeep estão concentradas na Região Metropolitana do Recife (RMR).

Ajuda para o Agreste

Com cerca de 40 mil habitantes e Produto Interno Bruto (PIB) de R$ 364 milhões (2016), a Administração Pública ainda é o principal motor da economia e da geração de empregos de Bonito. Para se ter ideia, o setor é responsável por 41,8% dos postos de trabalho formais na cidade. No que se refere à participação no Valor Adicionado Bruto (VAB) do município, Serviços (34,3%), Indústria (14,4%) e Agropecuária (9,9%) vêm em seguida. Entre os destaques de sua atividade econômica, estão o turismo, a produção de artesanato, a avicultura, os móveis e o comércio.

 


FECHAR