publicidade
28/01/20
Foto: Ricardo Stuckert/Instituto Lula
Foto: Ricardo Stuckert/Instituto Lula

Lula se reúne nesta terça com alas do PT de Pernambuco e mira eleições

28 / jan
Publicado por José Matheus Santos em Notícias às 9:23

O ex-presidente Lula vai se encontrar na tarde desta terça-feira (28) com integrantes do PT de Pernambuco. O objetivo do encontro é traçar as diretrizes iniciais do ano eleitoral da sigla, sobretudo nas capitais brasileiras, entre elas, o Recife.

Além da deputada Marília Arraes, que defende candidatura própria do PT, estarão presentes integrantes da ala favorável à aliança com o PSB: o senador Humberto Costa, o presidente do PT no Recife, Cirilo Mota, e o presidente estadual do partido, deputado estadual Doriel Barros.

Marília Arraes tenta articular sua candidatura à Prefeitura do Recife em meio a mais uma divisão interna no partido. Em 2018, ela foi rifada da disputa para o Governo de Pernambuco. 

À época, a Direção Nacional priorizou a discussão nacional em torno de Fernando Haddad e conseguiu a “neutralidade” do PSB nacional e o apoio do PSB de Pernambuco à candidatura presidencial do ex-prefeito de São Paulo.

Em 2020, o PSB deve lançar o deputado federal João Campos na corrida pela Prefeitura do Recife.

No último domingo (26), em entrevista ao UOL, o ex-presidente Lula sinalizou que o PT deve lançar a deputada Marília Arraes na disputa do Recife. 

“O PT não pode abrir mão de ter candidatura própria no Recife. Quando chegar em 2022, o PSB vai pedir outra ver para o PT não ter candidato a governador depois de quatro de quatro mandatos? Será que o PT não pode ter a oportunidade de ter candidatura própria?”, disse o ex-presidente.

LEIA TAMBÉM:

-Após Lula acenar para Marília Arraes, presidente do PT no Recife mantém defesa de aliança com PSB
Marília Arraes critica Geraldo Julio e PSB por responsabilizar Bolsonaro por problemas no Recife
-Com ou sem Marília Arraes, PT definiu eleger cinco vereadores no Recife, em 2020
-Decisão de Marília Arraes de sair candidata ou não pode afetar chapa da Direita no Recife

Orientação de Lula

O senador Humberto Costa disse que o PT já contrariou a orientação de Lula, a maior liderança do partido, “em várias ocasiões”. 

“Na eleição de 1990, por exemplo, quando Paulo Rubem foi nosso candidato a governador. Naquela ocasião, o desejo de Lula era apoiar Jarbas. Em 2008, quando João da Costa foi candidato, Lula queria que fosse eu”, afirmou Humberto Costa em entrevista à Rádio Jornal.

“A reunião é parte de um processo. Não vai sair a decisão definitiva. Certamente, o ex-presidente Lula vai manifestar sua opinião que não é novidade. Ele defende que haja candidatura nas cidades onde há propaganda de rádio e TV”, disse Humberto.

LEIA TAMBÉM: Para atingir Marília Arraes, Humberto chama Silvio Costa de ‘bolsonarista’ e relembra apoio

O senador também disse que o encontro não vai definir nomes e confirmação de candidatura nesta terça-feira (28). “O processo está começando. Temos um calendário definido pelo PT nacional que vai ser cumprido. Teremos o debate no diretório municipal, o encontro municipal com todos os filiados para tomar essa decisão. E a última palavra será dada pelo diretório nacional. A opinião de Lula é importante vai ser levada em conta, mas está apenas começando essa discussão”.

Vai e volta

PT e PSB romperam no Recife em 2012, quando Eduardo Campos aproveitou um racha no partido, que não lançou João da Costa à reeleição, para viabilizar a candidatura de Geraldo Julio. 

Em 2014, o PT entrou na chapa de Armando Monteiro Neto (PTB), formando a coligação também na chapa proporcional, e não conseguiu eleger nenhum deputado federal.

Já em 2018, também dividido após a desistência da postulação de Marília Arraes e com apoio a Paulo Câmara à reeleição para o Governo do Estado, os petistas formaram uma chapa “puro sangue” na disputa legislativa e foram eleitos Carlos Veras e Marília Arraes, segunda mais votada em Pernambuco. Humberto Costa foi reeleito senador na chapa majoritária aliada ao PSB.

Para 2020, o partido voltou a ficar dividido. Enquanto o grupo da deputada tenta articular a candidatura própria, o presidente da sigla no Recife, Cirilo Mota, e o senador Humberto Costa, defendem a manutenção da aliança com o PSB.


FECHAR