publicidade
26/01/20
Marília Arraes e Lula (Foto: Divulgação)
Marília Arraes e Lula (Foto: Divulgação)

Lula diz que PT deve lançar Marília Arraes para a Prefeitura do Recife

26 / jan
Publicado por Amanda Miranda em Notícias às 9:52

O ex-presidente Lula (PT) sinalizou para a deputada federal Marília Arraes, que pleiteia no partido a sua candidatura à Prefeitura do Recife, dois anos após ter sido barrada da disputa estadual. “O PT não pode abrir mão de ter uma candidatura própria em Recife”, afirmou Lula em entrevista ao UOL publicada neste domingo (26), citando o nome da parlamentar.

“Se ela não for para o segundo turno, ela apoia o João Campos ou outro candidato que fizer aliança com o PT”, disse.

De acordo com Lula, o cenário deve se repetir em outras capitais do Nordeste, entre elas Fortaleza, João Pessoa, Natal, Salvador.

LEIA TAMBÉM
» Após Lula acenar para Marília Arraes, presidente do PT no Recife mantém defesa de aliança com PSB
» Marília Arraes critica Geraldo Julio e PSB por responsabilizar Bolsonaro por problemas no Recife
» Com ou sem Marília Arraes, PT definiu eleger cinco vereadores no Recife, em 2020
» Marília Arraes vai se encontrar com Lula para discutir cenário no Recife
» Decisão de Marília Arraes de sair candidata ou não pode afetar chapa da direita no Recife
» Por candidatura, Marília Arraes fala em contexto diferente de 2018 e cita Lula

“Quando chegar em 2022, o PSB vai pedir outra ver para o PT não ter candidato a governador depois de quatro de quatro mandatos? Será que o PT não pode ter a oportunidade de ter candidatura própria?”, pontuou o ex-presidente.

Aliados históricos, PT e PSB romperam no Recife em 2012, quando o ex-governador Eduardo Campos, primo de Marília Arraes, aproveitou uma crise entre os petistas para lançar a candidatura do atual prefeito, Geraldo Julio (PSB). Nacionalmente, o fim da aliança foi no ano seguinte, para viabilizar a candidatura dele em oposição a Dilma Rousseff (PT).

Em 2014, o PT entrou na chapa de Armando Monteiro Neto (PTB), derrotado pelo governador Paulo Câmara (PSB). Já em 2018, a executiva nacional do PT desistiu de lançar Marília Arraes ao Governo de Pernambuco para voltar à aliança com os socialistas.

Para 2020, o partido voltou a ficar dividido. Enquanto o grupo da deputada tenta articular a candidatura própria, o presidente da sigla no Recife, Cirilo Mota, e o senador Humberto Costa, defendem a manutenção da aliança com o PSB. Lula marcou para a próxima terça-feira (28) uma reunião com os dois grupos para discutir o cenário eleitoral.


FECHAR