publicidade
24/01/20

Caged diz que Pernambuco teve saldo de 10 mil empregos gerados em 2019

24 / jan
Publicado por jamildo em Notícias às 17:58

Os dados do Caged divulgados, nesta sexta-feira (24), trazem dados alentadores para Pernambuco. No acumulado de 2019 – de janeiro a dezembro – o mercado de trabalho estadual registrou um saldo positivo de 9.696 postos formais (0,78%).

O governo do Estado comemorou que tenha sido o melhor resultado dos últimos seis anos.

O número de pessoas com carteira assinada teve influência positiva do setor de serviços, que criou 7.501 postos (1,33%), da agropecuária (3.403 postos ou 6,16%) e do comércio (2.654 postos ou 0,91%).

“Os números também refletem a determinação do governador Paulo Câmara e se soma às projeções de crescimento do PIB estadual, que deve alcançar cerca de 2%, o dobro da média nacional (em torno de 1,1%). Os dados retratam um trabalho em conjunto de todos os setores do Governo do Estado, que também têm investido forte nas parcerias com a iniciativa privada”, disse o secretário estadual do Trabalho, Emprego e Qualificação, Alberes Lopes.

Nos municípios de Pernambuco, em termos absolutos, os que tiveram maior número de trabalhadores com carteira assinada em 2019 foram Recife (4.120), Petrolina (2.051), Vicência (1.003), Aliança (756), Escada (609), Serra Talhada (594), Caruaru (444), Goiana (317), São José do Egito (301) e Bonito (282).

No Brasil, no acumulado do ano, o mercado de trabalho registrou um saldo positivo de 644.097 postos formais (1,68%), o melhor em número absolutos depois de 2013, o que sinaliza uma tendência de recuperação gradual do mercado de trabalho brasileiro.

Alberes citou que Pernambuco terminou 2019 com um recorde na geração de novos negócios, cerca de R$ 15 bilhões com segmentos do setor produtivo e incentivos do Prodepe.

“Além disso, o número de empresas abertas em Pernambuco em 2019 foi de 96.244, contra 79.983 em 2018, segundo a Junta Comercia de Pernambuco. Então, todas as áreas estão caminhando e trabalhando de forma integrada para cumprir as determinações do governador e conquistar um resultado melhor para nossos trabalhadores. Em 2019, por exemplo, fizemos cerca de 16,3 mil capacitações e treinamentos em 101 municípios do Estado e o Crédito Popular já injetou cerca de R$ 5 milhões na economia do Estado”, acrescentou.


FECHAR