publicidade
22/01/20
Foto: Reprodução/Twitter
Foto: Reprodução/Twitter

Regina Duarte foi ‘vidente’ ao ter medo do PT em 2002, diz Luciano Hang

22 / jan
Publicado por José Matheus Santos em Notícias às 17:27

O empresário Luciano Hang, da Havan, classificou Regina Duarte como uma “vidente” ao ter feito críticas a Lula quando o petista tentava a Presidência em 2002, sagrando-se vitorioso.

Regina Duarte foi convidada pelo presidente Jair Bolsonaro para assumir a Secretaria de Cultura após a saída de Roberto Alvim, que usou discurso semelhante a Joseph Goebbels, ministro de Hitler, na última sexta-feira (17).

Luciano Hang disse ver positivamente o convite a Regina Duarte

“Vejo com bons olhos, a Regina Duarte foi a primeira artista brasileira que, em 2002, disse que tinha medo. Lula indo ao poder, o Brasil teria um mal caminho, disse a Regina naquele ano. Ela foi uma vidente, porque há 18 anos ela já sabia o que ia acontecer se o PT ganhasse as eleições”, disse em entrevista ao blog (veja abaixo o áudio completo).

LEIA TAMBÉM
» Havan vai abrir lojas e criar empregos no Nordeste, diz Luciano Hang
» ‘Filme mentiroso’, diz dono da Havan sobre Democracia em Vertigem
» Luciano Hang: ‘quero ser independente para ajudar o Aliança como militante’

Na ocasião, Regina Duarte participou da propaganda eleitoral do candidato do PSDB, José Serra, afirmando que tinha “medo” de Lula chegar ao Palácio do Planalto.

Para o fundador da Havan, Regina sempre esteve do “lado certo”.

“Espero ela faça um ótimo trabalho e que a Cultura possa ajudar a sociedade brasileira a retomar um bom caminho”, frisou.

Saída de Roberto Alvim

O empresário Luciano Hang considera que Roberto Alvim, demitido da Secretaria de Cultura por Bolsonaro, foi vítima de uma “arapuca”, mas repudiou o discurso nazista usado por ele.

“Acho que o Alvim foi vítima de uma arapuca. De repente, entregaram um texto pra ele, que ele não imaginasse o que fosse. Mas claro que nenhum governo e nenhum brasileiro vão aplaudir uma mensagem daquela. Mas acho que foi uma arapuca que entregaram para ele, que acabou falando o que não deveria”, disse o dono da Havan.

Ouça entrevista completa dada a Jamildo Melo e Matheus Santos:


FECHAR