publicidade
17/01/20
Foto: Filipe Jordão/JC Imagem
Foto: Filipe Jordão/JC Imagem

Daniel Coelho diz que pode abrir mão de ser candidato no Recife por união contra o PSB

17 / jan
Publicado por Amanda Miranda em Notícias às 8:51

Agora pré-candidato à Prefeitura do Recife, o deputado federal Daniel Coelho (Cidadania) defendeu nesta sexta-feira (17), em entrevista ao Blog de Jamildo, que os partidos de oposição construam uma única candidatura própria contra o PSB, que deve lançar João Campos para a sucessão de Geraldo Julio.

Para isso, admite que poderia retirar a própria postulação ao cargo.

“Todo mundo tem que estar desprendido. Nós estamos. Não tenho nenhum problema, se tiver candidatura com condições de vitória, fazer composição”, afirmou.

Para o deputado, os resultados das últimas eleições no Recife demonstram essa necessidade de união da oposição aos socialistas. “O PSB nunca enfrentou palanque unido na eleição municipal”, disse o parlamentar.

De acordo com Daniel Coelho, o objetivo da sua pré-candidatura é de fortalecer a chapa de vereadores do Cidadania. O deputado vê como uma movimentação “legítima”, que tanto partido dele quanto os outros podem fazer no início da articulação.

“A tese de múltiplas candidaturas já teve adesão maior, hoje quase inexiste. Quando você escuta os partidos, todos falam em unidade, houve um convencimento”, disse.

No caminho oposto ao do parlamentar, o senador Fernando Bezerra Coelho (MDB) defendeu nessa quarta-feira (15), em entrevista à Rádio Jornal, que a oposição tenha duas ou três candidaturas, o mesmo número que a esquerda deve apresentar – além de João Campos, podem sair Marília Arraes (PT) e Túlio Gadêlha (PDT).

No campo da direita, são cogitados Daniel Coelho, Joaquim Francisco (PSDB), Mendonça Filho (DEM), André Ferreira (PSC). Fernando Bezerra tenta articular a candidatura de Raul Henry, para retirar o MDB da base do governador Paulo Câmara (PSB) e da Frente Popular, sem sinalizações positivas do deputado até agora.

Antes no campo de oposição, o PSL de Luciano Bivar agora conversa com o grupo dos socialistas. Questionado, Daniel Coelho disse não ver dessa forma, pontuou que Bivar é livre e afirmou que ele não seria excluído das negociações da oposição.

Por outro lado, o PSD de André de Paula pode migrar da Frente Popular para a oposição.

Outras cidades

Não é apenas o Recife que Daniel Coelho espera a oposição unida. Em Jaboatão dos Guararapes, Caruaru e Petrolina, o grupo pretende reeleger Anderson Ferreira (PL), Raquel Lyra (PSDB) e Miguel Coelho (DEM), respectivamente.

“Não faz sentido não se juntar nesses municípios e na capital”.


FECHAR