publicidade
02/01/20
Fernando Filho
Fernando Filho

Em Petrolina, Fernando Filho anuncia liberação de R$ 86 milhões para obras em 50 municípios

02 / jan
Publicado por jamildo em Notícias às 15:37

Nesta virada de ano, o governo Federal abriu as torneiras dos cofres públicos. Como revelamos mais cedo, ao lado da chiadeira dos prefeitos, sempre pedindo mais recursos federais, o Ministério da Fazenda depositou, na virada do ano, dia 31, na conta dos Estados e Municípios, os recursos do acordo do pré-sal, fechado no ano passado, com o aval do Congresso Nacional.

LEIA TAMBÉM
» Entenda o que é a cessão onerosa

Pois bem. Não é só.

O deputado federal Fernando Filho disse estar celebrando a chegada do novo ano com o anúncio da liberação de R$ 86 milhões do Governo Federal para mais de 50 municípios pernambucanos.

As ações serão tocadas pela Codevasf, que utilizará a verba para executar diversos serviços, como pavimentação de ruas e implantação de poços, além da compra de máquinas agrícolas, implantação de barragens e quadras esportivas.

Segundo o deputado, a expectativa é de que as obras comecem a partir de março.

“Serão mais de 50 municípios beneficiados, e o Governo Federal, através da Codevasf, está entrando em contato com os prefeitos para estabelecer o cronograma dessas atividades. É uma excelente notícia para iniciar o ano, fruto do nosso trabalho, do trabalho de articulação do senador Fernando Bezerra Coelho (MDB), e agora poderemos fazer com que esses recursos cheguem para quem precisa, e em breve esse dinheiro se traduzir em ações para os pernambucanos”, afirmou Fernando Filho.

Entre as 50 cidades beneficiadas, o deputado citou Petrolina, Santa Maria da Boa Vista, Pesqueira, Araripina, Belém do São Francisco, Cedro, Bodocó, Lagoa Grande e Dormentes.

O deputado federal do São Francisco anunciou a chegada de R$ 8 milhões para recapeamento da estrada de acesso ao projeto Maria Tereza, em Petrolina, além da construção de um sistema de abastecimento de água para o local.

“Conseguimos viabilizar essa iniciativa junto ao Governo Federal, e as obras deverão começar já no primeiro semestre”, disse Fernando Filho.

Aumento do piso dos professores fará gestores extrapolarem limites impostos pela responsabilidade fiscal


FECHAR