publicidade
28/11/19
Foto: Alexandre Gondim/JC Imagem
Foto: Alexandre Gondim/JC Imagem

Candidata apontada como ‘laranja’ do PSL em Pernambuco deve devolver R$ 380 mil

28 / nov
Publicado por Amanda Miranda em Notícias às 8:52

Uma das candidatas apontadas como ‘laranjas’ do PSL nas eleições de 2018, Maria de Lourdes Paixão Santos, teve as contas de campanha reprovadas pelo Tribunal Regional Eleitoral de Pernambuco (TRE-PE).

Além disso, foi determinado que ela devolva R$ 380 mil em recursos públicos do fundo partidário.

De acordo com o Ministério Público Eleitoral em Pernambuco, esse dinheiro não teve utilização devidamente comprovada. 

Lourdes Paixão foi a candidata do PSL a deputada federal por Pernambuco que recebeu mais recursos do fundo partidário. Foram R$ 400 mil. Apesar disso, ela obteve apenas 274 votos.

LEIA TAMBÉM
» Em convenção do Aliança pelo Brasil, Bolsonaro critica Paulo Câmara, Bivar e Witzel
» Bolsonaro assinou carta de desfiliação do PSL, anuncia advogada
» Saída do PSL é ‘separação amigável’, diz Bolsonaro
» Bivar diz que cabe a Bolsonaro iniciativa para conversa sobre crise no PSL

O único parlamentar federal eleito pelo PSL no Estado foi o presidente nacional do partido, Luciano Bivar, que recebeu R$ 1,8 milhão do fundo eleitoral. Bivar teve 117.943 votos.

Segundo o Ministério Público, R$ 380 mil foram pagos a uma só empresa, em notas fiscais que alegam a confecção de 10 milhões de materiais gráficos, como santinhos, entre os dias 3 e 6 de outubro. O primeiro turno da eleição foi no dia 7 de outubro.

Em seu parecer, o órgão afirma que “não é lógico nem plausível” que essa quantidade de material produzido às vésperas do pleito tenha sido distribuída por apenas quatro militantes contratados.

Para o MP, há “fortes indícios de que sua candidatura teria sido meramente instrumental (fictícia)”. 

O caso é investigado também pela Polícia Federal.Maria de Lourdes Paixão Santos era secretária administrativa do PSL em Pernambuco.


FECHAR