publicidade
09/11/19

‘Lula vai pacificar o Brasil’, diz Humberto Costa

09 / nov
Publicado por jamildo em Notícias às 11:00

O líder do PT no Senado, Humberto Costa (PE), comemorou a saída do ex-presidente da prisão em Curitiba, nesta sexta-feira (8).

Humberto Costa afirmou que, “agora”, vê perspectivas positivas de melhora do ambiente para o país.

De acordo com o senador, Lula irá trabalhar para pacificar o país e “promover o reencontro do Brasil consigo mesmo”.

“Preso de maneira injusta após uma perseguição política que envolveu setores do Ministério Público, da Polícia Federal, da Justiça e da grande imprensa, Lula resistiu bravamente durante exatos 580 dias. Sua força e coragem são exemplo para o povo. Ele está voltando para os braços da população, de onde jamais deveria ter saído. É um dia histórico este 8 de novembro”, disse Humberto Costa.

O parlamentar disse que Lula saiu da prisão disposto a uma imensa conciliação nacional.

“Mesmo diante de tanta injustiça e de um ambiente completamente radicalizado, liderado por um governo mentiroso e desonesto. O ex-presidente vai provar que uma grande farsa foi responsável pela criminalização do PT e de Lula e pelo roubo das eleições de 2018”.

“Lula foi simplesmente fantástico em sua fala de saída da prisão. Ele transmitiu palavras de solidariedade e luta, na paz, por um Brasil melhor. Se pegarem Sergio Moro e alguns delegados e procuradores da Lava Jato e colocarem num liquidificador, não sobrarão 10% da honestidade de Lula”, disse, na saída da cela especial que ocupou em Curitiba.

O líder do PT no Senado disse acreditar que o ex-presidente vai percorrer o país “para ouvir o que o povo tem a dizer, olho no olho, a fim de seguir em frente com a retomada de um projeto de país interrompido.”

“Desde que o prenderam e ganharam roubando do Fernando Haddad na eleição, o Brasil piorou. O povo está mais miserável, passando fome, sem emprego. Não é isso que deixamos. E os brasileiros não merecem isso”, afirmou.

Humberto disse que o ex-presidente saiu da prisão com o discurso altivo de que não tem mágoa de ninguém, nem mesmo dos funcionários da Lava Jato com quem teve contato durante o período preso.

“Ele tem mesmo vontade de provar que este país pode ser muito melhor do que é com esse governo que tanto mente aí. Eles não prenderam um homem, eles tentaram matar uma ideia. E uma ideia não se mata. Ela se fortalece. Agora, é Lula livre para um Brasil melhor”, declarou.


FECHAR