publicidade
04/11/19
Foto: Leo Motta/JC Imagem
Foto: Leo Motta/JC Imagem

PSB tem um ‘projeto de poder até 2038’ com Geraldo Julio e João Campos, diz Mendonça

04 / nov
Publicado por Douglas Fernandes em Notícias às 13:35

Potencial candidato à Prefeitura do Recife, o ex-governador e ex-ministro da Educação Mendonça Filho (DEM) comentou, nesta segunda-feira (4), sobre a articulação da oposição para a eleição do ano que vem e aproveitou para disparar contra as lideranças do PSB. Segundo o demista, os socialistas têm um “projeto de poder até 2038” e que passa, segundo ele, pelo prefeito da capital, Geraldo Julio (PSB), e pelo deputado federal João Campos (PSB), nas disputas pela prefeitura e pelo governo do Estado.

“A gente vai enfrentar mais uma vez a máquina do PSB, que tem um projeto de poder até 2038. É o projeto de poder ‘Geraldo Julio’. Eleger João Campos (prefeito) em 2020 até 2028. Eleger Geraldo Julio (governador) em 2022 até 2030. E depois eleger João Campos (governador) em 2030 até 2038”, disse Mendonça.

Foto: Heudes Regis/SEI

“O que o Pernambuco precisa saber é o seguinte: se o Estado de Pernambuco a partir da capital, que é o espaço político mais relevante, vai ficar sob domínio de uma organização política que se se dá a partir de uma família”, emendou.

Questionado sobre a estratégia dos oposicionistas de lançarem uma candidatura única ou não na disputa pela sucessão de Geraldo Julio, o ex-ministro disse que isso será definido a partir dos “acontecimentos políticos”. E pregou a unidade do grupo. “Não tem uma estratégia pré-estabelecida. Eu acho que a gente precisa ter um mínimo de unidade ou máximo de unidade possível”, afirmou.

Mendonça ressaltou ainda que é “um dos vários atores da oposição”, citando os nomes da deputada estadual Priscila Krause (DEM), do deputado federal Silvio Costa Filho (Republicanos), do deputado federal André Ferreira (PSC) e do deputado federal Daniel Coelho (Cidadania), como cotados para a disputa.


FECHAR