publicidade
26/10/19
Foto: Heudes Regis/SEI
Foto: Heudes Regis/SEI

Paulo Câmara visita Tamandaré para acompanhar trabalho para conter óleo

26 / out
Publicado por Blog de Jamildo em Notícias às 12:04

Por Marcelo Aprígio, do JC Online

O governador Paulo Câmara (PSB) visitou na manhã deste sábado (26) a cidade de Tamandaré, no Litoral Sul, para acompanhar a limpeza e contenção de óleo na cidade. Lá ele participou ainda de uma reunião com os prefeitos da região, além de representantes da Agência Estadual de Meio Ambiente (CPRH), Marinha e Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), para definir como será feito a limpeza e o recolhimento de óleo do leito do Rio Mamucabas, em Tamandaré, visto que as boias de contenção não conseguiram deter a chegada da substância ao rio.

“Estivemos junto com os prefeitos em busca de avançar na limpeza das praias e na conservação dos estuários. Identificamos que houve uma contaminação no leito do Rio Mamucabas, então convocamos uma reunião com o Ibama e a Marinha para que seja feito um protocolo e a gente possa atuar na limpeza, pois não podemos esperar mais”, afirmou o governador.

LEIA TAMBÉM
» Anderson Ferreira bate em Paulo Câmara, Geraldo Julio e João Campos sobre crise do óleo
» Governo e empresários encomendam estudos para atestar segurança de banho em praias
» ONG de direita ranqueia gestões de prefeitos em Pernambuco
» Ministro do Turismo anuncia R$ 200 mi para empreendedores afetados pelo vazamento de óleo

Sobrevoo

O chefe do executivo pernambucano também sobrevoou toda a costa de Pernambuco, partindo do município de Goiana, no Litoral Norte, até São José da Coroa Grande, última cidade do Litoral Sul antes da divisa com Alagoas, para monitorar as áreas afetadas pelas manchas de óleo que atingem o Estado desde a quinta-feira (17).

Parceria internacional

O secretário de Ciência, Tecnologia e Inovação de PE, Aluisio Lessa, comanda comitiva de entidades de ensino e pesquisa do estado na visita ao navio de pesquisas alemão Meteor. A embarcação, que está ancorada no Porto do Recife, é utilizada para estudos marinhos interdisciplinares fundamentais ao redor do mundo e reúne cientistas de faculdades e instituições de pesquisa de várias nacionalidades.

Com os trabalhos do navio, serão determinadas a intensidade e as propriedades da massa de água das correntes atlânticas. Estas correntes são um indicador importante de variações dos padrões da grande circulação do Atlântico devido às variabilidades climáticas induzidas por fatores naturais e antropogênicos.

Veja a lista de praias afetadas pelo óleo

O derramamento de óleo que atinge diversos pontos do litoral do Nordeste, incluindo Pernambuco, afetou, até a sexta-feira, 25 de outubro, 30 praias do Estado. Elas foram oleadas ou receberam vestígios esparsos do material. No Nordeste, são mais de 190 localidades afetadas.

•Boa Viagem – Recife – oleada/vestígios esparsos

•Praia Del Chifre – Olinda – oleada/vestígios esparsos

•Candeias – Jaboatão dos Guararapes – oleada/vestígios esparsos

•Piedade – Jaboatão dos Guararapes – oleada/vestígios esparsos

•Praias de Gamboa – Ipojuca – oleada/vestígios esparsos

•Praia de Nossa Senhora do Ó – Ipojuca – oleada/vestígios esparsos

•Porto de Galinhas – Ipojuca – vestígios esparsos*

•Cupe – Ipojuca – oleada

•Maracaípe – Ipojuca – oleada

•Serrambi – Ipojuca – oleada/vestígios esparsos

•Enseadinha – Ipojuca – oleada/vestígios esparsos

•Muro Alto – Ipojuca – oleada

•Pau Amarelo – Paulista – oleada/vestígios esparsos*

•Conceição – Paulista – oleada/vestígios esparsos

•Carneiros – Tamandaré – oleada

•Tamandaré – Tamandaré – oleada

•Ilha Cocaia – Cabo de Santo Agostinho – oleada/vestígios esparsos*

•Praia do Paiva – Cabo de Santo Agostinho – oleada

•Praia do Forte Orange – Ilha de Itamaracá – oleada/vestígios esparsos*

•Catuama – Goiana – oleada/vestígios esparsos*

•Ponta de Pedras – Goiana – oleada/vestígios esparsos*

•São José da Coroa Grande – oleada

•Praia de Suape/Cabo de Santo Agostinho – oleada

•Praia de Itapuama/Cabo de Santo Agostinho – oleada

•Calhetas/Cabo de Santo Agostinho – oleada

•Gaibu/Cabo de Santo Agostinho – oleada

•Barra de Jangada – Jaboatão dos Guararapes – oleada

•Janga – Paulista – oleada

•Pilar – Ilha de Itamaracá – oleada

•Sossego – Ilha de Itamaracá – vestígios esparsos

*Apesar de afetadas, atualmente não há registro do material nestas praias. Fonte: Ibama e Secretaria de Meio Ambiente de Pernambuco e prefeituras


FECHAR