publicidade
24/10/19
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Aliado de Túlio Gadêlha pede que grupo de Queiroz entregue cargos nos governos do PSB

24 / out
Publicado por Douglas Fernandes em Notícias às 7:32

A menos de um ano das eleições de 2020, a disputa no PDT entre o grupo liderado pelo deputado federal Wolney Queiroz, presidente estadual do partido, e pelo deputado estadual e ex-prefeito de Caruaru José Queiroz e a ala ligada ao deputado federal Túlio Gadêlha ganhou novos contornos. Após Wolney Queiroz anunciar que os pedetistas terão candidatura própria à Prefeitura do Recife, o vice-presidente estadual da Fundação Leonel Brizola Pedro Josephi, usou a ironia para comentar o movimento.

O presidente estadual do PDT sinalizou a realização de prévias para definir o candidato e citou os nomes da secretária de Habitação do Recife, a ex-vereadora Isabella de Roldão, e do ex-secretário de Agricultura Wellington Batista, além de Gadêlha. Batista, inclusive, já ganhou o apoio público da Juventude Socialista do PDT Pernambuco, e dos movimentos de Cultura, Mulheres Trabalhistas, Comunitário, Diversidade Recife, Aposentados e Sindical, também ligados à sigla. A declaração a favor do ex-secretário de Agricultura foi interpretada como uma “manobra” para esvaziar Gadêlha.

Foto: Foto: Acervo JC Imagem
Foto: Foto: Acervo JC Imagem

LEIA TAMBÉM
» Em Caruaru, Wolney minimiza possível lançamento da candidatura de Túlio Gadelha a prefeito do Recife
» Túlio Gadelha precisa trazer propostas para o mandato dele, diz Karla Falcão
» Marília Arraes quer Túlio Gadêlha como vice na eleição do Recife, diz jornal
» STF cobra explicação do governo Paulo Câmara sobre validade dos créditos do VEM

A disputa interna envolvendo a prefeitura da capital, contudo, tem como pano de fundo outra eleição municipal no Agreste do Estado. José Queiroz deve disputar mais uma vez a Prefeitura de Caruaru e quer contar com o apoio do PSB no pleito. Um apoio dos pedetistas no Recife à possível candidatura do deputado federal João Campos (PSB) à sucessão de Geraldo Julio poderia ser trocado com uma aliança encabeça por Queiroz no município governado pela prefeita Raquel Lyra (PSDB), que vai disputar a reeleição.

Já o aliado de Túlio Gadêlha defendeu que “por coerência e transparência”, o grupo de Queiroz deveria entregar seus cargos no governo Paulo Câmara (PSB) e na gestão do prefeito Geraldo Julio (PSB) para avançar na articulação para a disputa pela prefeitura da capital. Josephi fez questão de ressaltar ainda que o nome de Gadêlha já está “colocado” e que conta com o apoio do ex-governador do Ceará Ciro Gomes, vice-presidente nacional do PDT, e do presidente nacional da legenda, o ex-ministro do Trabalho Carlos Lupi.

“A decisão de Wolney Queiroz de lançar pré-candidatura em Recife é ótima, salutar e aponta que o presidente estadual do partido também quer candidatura própria na capital. Sinaliza que teremos prévias para definir já que tem o nome de Túlio Gadêlha colocado, que tem o apoio de Ciro Gomes e Lupi. Só acho que, por coerência e transparência, deveriam entregar os cargos que tem nas gestões do PSB no governo estadual e municipal”, disse Pedro Josephi.

Juventude Socialista

O anúncio do apoio da Juventude Socialista do PDT Pernambuco pelo seu presidente Denisson Fonseca causou críticas dos presidentes das comissões municipais do grupo de Recife, Caruaru e Garanhuns. Em carta endereçada a Fonseca, os dirigentes do grupo afirmaram que a manifestação do presidente estadual foi um “posicionamento individual sem a devida consulta às bases e direções municipais, como a de Recife”. Ainda segundo eles, a manifestação de Fonseca “em nada contribui para a democracia interna e transparência” do partido.

Confira a carta na íntegra

Sr Denisson Fonseca

Presidente da JSPDT Pernambuco

Prezado Presidente,

Enviamos este ato em conjunto e em nome das comissões municipais de Caruaru, Garanhuns e Recife, também acreditando representar nossos militantes respectivos. Somos jovens, determinados e queremos impulsionar a militância do PDT para fazer crescer esse partido e, consequentemente, levar Ciro Gomes à Presidência do Brasil em 2022, defendendo nosso projeto de país e soberania nacional. Para isso, acreditamos que os passos iniciais devem ser a formação política e ideológica, tanto teórica como concreta.

A democracia interna e a transparência são processos importantes para fortalecer nossa militância e organização. Somos militantes e é importante garantirmos o cumprimento do Art.5º e Art.6º do Estatuto do nosso movimento. Nosso partido é democrático e legalista, e nós, que somos a vanguarda do partido, devemos lutar para garantir a linha ideológica e política do PDT.

Compreendemos então que existe a necessidade a realização de Congressos Municipais e do Congresso Estadual, não só apenas para a efetivação dos diretórios da JS, mas também bem como suas possíveis reorganizações e na construção de uma agenda de objetivos estratégicos e coletivos.

Sendo assim, solicitamos formalmente através deste documento, que a atual Comissão Estadual da Juventude Socialista do PDT em Pernambuco realize o Congresso Estadual da JSPDT PE. Com mesma intensidade, solicitamos maior transparência e democracia interna nos processos decisivos e políticos da nossa organização.

Ademais, acreditamos que em nada contribui para a democracia interna e transparência o posicionamento individual do Presidente Estadual da Juventude Socialista na imprensa, defendendo pré-candidaturas majoritárias sem a devida consulta às bases e direções municipais, como a de Recife. Os posicionamentos da JS precisam ser debatidos e deliberados em coletivo e democraticamente. Nossa Juventude tem história e é preciso muita responsabilidade nas construções e decisões políticas realizadas usando o nome desta organização.

Att,

Filipe Antonio Silva de Araújo
Presidente da JSPDT Recife

Joana Grego Teles de Lima
Presidente JSPDT Caruaru

Emanoel Rodrigues Costa
Presidente da JSPDT Garanhuns


FECHAR