publicidade
23/10/19
Foto: Diego Nigro/Acervo JC Imagem
Foto: Diego Nigro/Acervo JC Imagem

Bivar: Eduardo e Flavio Bolsonaro não têm condições de administrar diretórios do PSL

23 / out
Publicado por Fillipe Vilar em Notícias às 19:35

O deputado federal Luciano Bivar (PE), presidente nacional do PSL, afirmou que o senador Flavio Bolsonaro (PSL-RJ) e o deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) não teriam condições de administrar diretórios do partido. A alegação estaria em um texto respondendo ao pedido do presidente Jair Bolsonaro (PSL) de prestação de contas do partido.

A informação é do jornal O Globo.

LEIA MAIS
»No Senado, ministro do Turismo fala sobre candidaturas laranjas do PSL
»Eduardo Bolsonaro destitui vice-líderes do PSL na Câmara
»Com nova lista, Câmara oficializa Eduardo Bolsonaro como líder do PSL

Briga interna

Segundo a publicação, Bivar escreveu que os notificantes “confessam que não têm condições de administrar os seus respectivos órgãos, reconhecendo que colocaram a agremiação em situação grave”. No documento, Bivar citaria um trecho da notificação elaborada pela defesa do presidente da República, Admar Gonzaga e Karina Kufa, que diz: “o maior colégio eleitoral do Brasil, São Paulo, não tem condições de ser administrado, pois tem sanção de suspensão do fundo partidário até o final de 2019”.

O texto continuaria: “o que é mais estarrecedor nessa afirmação é que o notificante Eduardo Nantes Bolsonaro é justamente o presidente da Comissão provisória responsável pela estruturação do PSL no Estado, onde é auxiliado pelo notificante Luiz Philippe Orleans e Bragança, como primeiro secretário”.

De acordo com o jornal, Bivar ressalta que os citados entraram no partido em 2018 para disputar as eleições e venceram. O presidente do PS diria considerar “no mínimo, estranho, que os notificantes venham agora levantar dúvidas sobre contas partidárias relativas a períodos que antecedem o ingresso no partido”.


FECHAR