publicidade
21/10/19
Doriel Barros (Foto: Divulgação)
Doriel Barros (Foto: Divulgação)

Doriel Barros é aprovado como presidente estadual do PT

21 / out
Publicado por Fillipe Vilar em Notícias às 8:33

Neste domingo (20), o deputado estadual Doriel Barros foi aprovado como presidente do Partido dos Trabalhadores (PT) de Pernambuco. Ele contou com 70% dos votos. A eleição ocorreu no 7º Congresso Estadual do PT. O evento também aprovou um conjunto de orientações para o PT estadual nos próximos quatro anos, na perspectiva de fortalecimento do partido.

Doriel contou com o apoio do senador Humberto Costa, do deputado federal Carlos Veras, da deputada estadual Dulcicleide Amorim, do secretário de Desenvolvimento Agrário de Pernambuco, Dilson Peixoto, do secretário de Saneamento da Prefeitura do Recife, Oscar Barreto, do vereador do Recife João da Costa, e do ex-vereador Osmar Ricardo.

Além do presidente, foi escolhido o Diretório Estadual, que é composto por 60 integrantes. A posse da nova Diretoria do Partido ocorrerá em janeiro de 2020. No total, 309 delegados e delegadas de todas as regiões do Estado participaram da votação. Segundo o partido, o Congresso teve uma das mais expressivas participações dos últimos tempos.

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Eleições diretas

O evento se complementa ao Processo de Eleições Diretas (PED), ocorrido em setembro, que envolveu 130 municípios pernambucanos e contou com 19.703 votantes.

“Temos que trabalhar a partir de grandes questões, como a liberdade do ex-presidente Lula, a firme oposição à política excludente do Governo Bolsonaro, a necessidade de aproximar ainda mais o partido da base e a valorização de suas lideranças”, disse Doriel na ocasião.

“Nesse sentido, 2020 será um momento fundamental para o fortalecimento do nosso partido em todo o Estado. Faremos um grande debate, ouvindo as diferentes instâncias do PT, sobre candidaturas nos municípios que respondam aos anseios da sociedade. Dialogaremos também, conforme foi aprovado em nosso Congresso, com partidos aliados do nosso campo de luta”, complementou

O presidente eleito lembrou do Congresso Nacional do PT, que deve ocorrer de 22 a 24 de novembro. “Um partido grande como o PT sempre terá que administrar divergências. No entanto, essas precisam contribuir para que o ele cumpra a sua missão, que é promover mudanças na vida de trabalhadores e trabalhadoras do campo e da cidade. E os nossos congressos fazem justamente o aprofundamento desse debate. O nosso povo quer voltar a ter esperança, quer viver com dignidade e, isso, as gestões do PT sabem fazer muito bem”. afirmou.


FECHAR