publicidade
18/10/19
Foto: Bobby Fabisak/JC Imagem
Foto: Bobby Fabisak/JC Imagem

Moro vai a Paulista para acompanhar trabalho da Força Nacional nesta segunda

18 / out
Publicado por Douglas Fernandes em Notícias às 12:09

O ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, vai desembarcar, nesta segunda-feira (21), em Pernambuco para cumprir agenda em Paulista e acompanhar o andamento do projeto contra criminalidade “Em Frente, Brasil” no município.

A agenda – marcada originalmente para o dia 19 de setembro – havia sido cancelada dois dias antes pelo ministro. A justificativa era que o governador Paulo Câmara (PSB) não poderia acompanhar a visita como estava previsto. No mesmo dia 19 do mês passado, o líder do governo Jair Bolsonaro (PSL) no Senado, senador Fernando Bezerra Coelho (MDB), foi alvo de operação da Polícia Federal. O emedebista também iria acompanhar o ministro na agenda.

LEIA TAMBÉM
» Paulo Câmara participa do lançamento do projeto de Moro contra violência
» Moro autoriza envio de homens da Força Nacional para Paulista
» Secretário nacional de Segurança Pública conhece Pacto pela Vida e promete ações federais para Paulista
» Prefeito de Paulista diz que repressão apenas não resolve problemas da violência

Nesta segunda (21), Moro também será acompanhado por Paulo Câmara e o prefeito de Paulista, Júnior Matuto (PSB). Os três terão uma reunião às 9h30. O Blog de Jamildo entrou em contato com a assessoria de Fernando Bezerra para saber se o parlamentar vai acompanhar a visita de Moro como estava previsto antes do cancelamento, mas foi informado que o parlamentar está fora de Brasília.

Às 10h30, o ministro concederá entrevista coletiva.

Na agenda, o ex-juiz da Operação Lava Jato vai participar de reunião com o gabinete da força-tarefa do projeto. Além da cidade pernambucana, os municípios de Ananindeua, no Pará, de Cariacica, no Espírito Santo, de Goiânia, em Goiás, e de São José dos Pinhais, no Paraná, também receberão homens da Força Nacional nesta primeira fase do projeto, que terá como foco a repressão aos crimes. 

O ministro autorizou, no dia 22 de agosto, o envio de homens da Força Nacional para Paulista. A medida vale por 120 dias a princípio. O prazo de atuação das tropas poderá ser prorrogado seja solicitado pelo órgão apoiado.

O município pernambucano e as outras quatro cidades receberam viaturas, equipamentos e ações na área de inteligência. Há ações nas áreas de cidadania, desenvolvimento ministerial, direitos humanos, economia, justiça e segurança pública, educação e saúde, trabalhando questões como a geração de empregos. O governo estadual afirmou que Paulista receberá um comitê interministerial.


FECHAR