publicidade
11/10/19
Foto: Giovanni Costa/Alepe
Foto: Giovanni Costa/Alepe

Oposição no Cabo diz que volta de Lula Cabral é ‘imoral’

11 / out
Publicado por jamildo em Notícias às 14:13

A oposição ao prefeito Lula Cabral, no Cabo de Santo Agostinho, reagiu com críticas à decisão do STF que mandou o prefeito retornar às suas funções, às vésperas de sua prisão completar um ano. O prefeito havia já deixado a prisão e estava em casa, cumprindo decisão judicial.

Na avaliação dos aliados de Lula Cabral, a decisão foi imediata e Lula Cabral pode voltar ainda hoje. “Aguardamos para segunda-feira”.

A deputada Fabíola Cabral, filha do prefeito afastado, estava na cidade de manha e comemorou assim que a medida foi anunciada pelo STF, em sua página na internet.

Ao menos dois pré-candidatos da cidade divulgaram notas contra a decisão judicial. Veja abaixo.

“A imoral volta de Cabral”

Por Professor Arimatéia Jerônimo, vereador

Na manhã desta sexta-feira, 11 de outubro, fomos surpreendidos por mais uma imoralidade patrocinada pelo STF, através do ministério Dias Toffoli, que concedeu liminar suspendendo as cautelares contra Lula Cabral, expedidas pelo TRF-5, entre elas, a suspensão das funções de prefeito da Cidade.

Após denúncia nossa à Polícia Federal, no final de 2017, qdo tomamos conhecimento de possíveis irregularidades na aplicação de recursos do Fundo Previdenciário dos Servidores municipais do Cabo de Santo Agostinho-CABOPREV, foi apurado e constatado o desvio de 92,5 milhões de reais pelo prefeito Lula Cabral, fato que o levou à prisão e posteriormente a suspensão de suas funções de prefeito e bloqueio de seus bens, entre outras medidas cautelares.

A população acompanhou com indignação os desmandos praticados por Lula Cabral e já respirava aliviada ao ver a justiça fazer justiça e afastá-lo temporariamente do cargo.

Hoje, nos deparamos com essa indecente decisão, onde permite que quem assaltou os cofres públicos e penalizou servidores humildes, além de tantos outros desmandos que geraram diversos processos penais e de improbidade administrativa contra Lula Cabral.

Mas, nós que desde a primeira hora tivemos a coragem e a determinação de denunciar esse prefeito mau-feitor, não iremos permitir resignados, que um gestor comprovadamente desonesto, volte a gerir os cofres de nosso município como se fosse normal se locupletar dos recursos públicos.

Por isso, conclamamos a toda população para juntos nos concentrarmos em em frente ao prédio da gestão municipal-CAM, na próxima segunda-feira, às 10h da manhã para protestarmos contra essa imoralidade que é uma verdadeira tapa na cara do povo humilde de nossa querida Cidade do Cabo de Santo Agostinho.

Jamais fugiremos à luta em defesa ética, da moral e da

Dignidade de nossa gente.

Por Eduardo Cajueiro, pré-candidato a prefeito do Cabo e líder do Movimento #OCaboMereceRespeito #OCaboNaoMereceEssePrefeito

Nos tomou de surpresa a decisão do Ministro Dias Toffolli em deferir a liminar impetrada pela defesa do prefeito afastado do Cabo que, determinou a imediata recondução do mesmo ao cargo.

Apesar de respeitarmos a decisão de um ministro da mais alta corte de Justiça do Brasil, não podemos ficar passivos diante disso, já que a decisão do magistrado envolve um fato de extrema gravidade e de repercussão nacional que, levou o nome de nossa cidade as páginas e ao noticiário policial Brasil afora.

Expresso, enquanto cidadão, minha indignação diante de tal decisão e, acredito que esse é o sentimento da maioria dos meus conterrâneos que, acompanhou todo o desenrolar do caso envolvendo a prisão e posterior afastamento com adoção de medidas cautelares contra ao prefeito Lula Cabral, acusado de lesar o patrimônio do servidor público da cidade numa bagatela de quase 100 milhões de reais!

A população de bem, o trabalhador, a dona de casa, o estudante e, todos os nossos irmãos cabenses que lutam para que esse ciclo perverso de corrupção instalado no nosso município tenha um fim estará nas ruas, protestando contra essa decisão que traz de volta uma pessoa a quem paira as mais tenebrosas nuvens de desconfiança no trato e zelo com o dinheiro público. Estaremos, enquanto cidadão, ao lado de nossa gente!


FECHAR